Social icons

thank you, next.

08 janeiro 2019

Adeus 2018. Agora que já abraçámos a primeira semana de 2019, regresso com vontade, entusiasmo e muitos conteúdos bonitos para partilhar com vocês. A viragem de ano foi inédita e diferente de todas as outras mas serviu também como lufada de ar fresco e acabou por ser o empurrão necessário para encarar este novo ano. E hoje é o dia perfeito para partilhar convosco os melhores momentos do ano que terminou e antecipar as coisas boas que o novo ano avizinha. Fiquem então com o 2018 em review...
dois mil e dezoito

Se tivesse que fazer um balanço geral diria que o ano que passou foi um verdadeiro cócó porque, infelizmente, os momentos menos positivos acabam por ganhar sempre uma maior força na memória. E é precisamente para contrariar essa tendência — e porque este é um espaço de partilhas bonitas — que vou relembrar os highlights de 2018 para que eu possa, a título pessoa, agradecer todas as conquistas e pessoas incríveis que se cruzaram no meu caminho, fruto das minhas escolhas e decisões, e mostrando-vos assim que mesmo num ano geralmente mais cinzento, há sempre momentos que valem a pena recordar. Por isso aqui ficam, em compilação, para mais tarde lembrar...


A decisão que mudou a minha vida. Numa altura de grandes mudanças, senti necessidade de experimentar uma nova área, trabalhar num novo segmento. Conhecer pessoas novas, conhecer novas matérias e descobrir novas valências pessoais foram as principais motivações. Desde então muitos de vocês me têm feito perguntas e demonstraram grande interesse pelo Curso Inicial de Tripulante. Criei um novo separador no blog onde podem encontrar alguns artigos sobre o tema e prometo que o vou explorar mais um bocadinho este ano. 

Este foi, sem dúvida, o primeiro grande marco de 2018.
O Carnaval representou o início da minha aproximação destes dois. O que eu não sabia é que iam ser pessoas tão importantes no decorrer do ano. O convite para voltar a Torres surgiu de imprevisto e foi sem pensar muito que o aceitei. Vesti uma fantasia improvisada bem ao jeito 'last minute' e segui para aquela que viria a ser uma das noites mais divertidas do ano.
O Curso Inicial de Tripulante terminou no final de Fevereiro e o 1º de Março foi um dos dias mais emocionantes de sempre. Fiz o meu voo de observação e voltei a sentir-me como uma "caloirinha" outra vez. A tripulação que me acompanhou não podia ter sido mais perfeita e, na altura, nem sonhava que viriam a ser os meus colegas...
O dias de descanso, em casa pela Páscoa, serviram para unificar laços com a família e fazer aqueles passeios bem gostosos por Sintra. Conheci, pela primeira vez, o Chalet e Jardins da Condessa, em Sintra, e fiquei ainda mais perdida de amores por aquela vila mágica. Um passeio que recomendo todos a fazerem. I mean, já viram bem aquelas estufas? São maravilhosas...
De Março a Abril estive envolvida numa série de processos de recrutamento,  um deles referente da companhia em que trabalho, e foi também durante o mês de Abril que fiz o curso de conversão para depois poder ingressar no mercado da aviação, com contrato assinado. E assim foi: fiz o curso, terminei-o com bom aproveitamento e no final de Abril estava a receber a notícia que tinha ficado na companhia.


E se no 1º de Março fiz o voo de observação, o 1º de Maio foi o dia que marcou o início do meu contrato e o meu voo de largada. Foi um dos dias mais emocionantes e eu sei que o vou guardar com carinho na memória para o resto da vida. 
Em 2018 foi também o ano em que recebemos a maravilhosa notícia de que a nossa Joana ia ser mamã. E por isso os primeiros meses do ano foram repletos de expectativa e com muita ansiedade para receber o nosso príncipe Leo. Sabem aquelas amigas que até podemos não estar tantas vezes quanto gostaríamos, ou falar todos os dias como queríamos, mas que estão sempre lá, são sempre iguais a si próprias e com muito carinho para nos dar? Pois bem: a Joana, Raquel e Inês são essas amigas. E são lindas!


Outro taralhoco que é um rico amigo: o Carioca. Foi presença recorrente nas minhas partilhas e, depois de uma retrospectiva, esteve sempre lá nos melhores momentos no ano — e foi o meu principal apoio nos piores momentos de sempre. Ele não sabe (nem sonha) que é um excelente amigo. O meu melhor amigo. E eu deixo-o continuar na ignorância. Para que não se habitue mal. Para que nada mude. Tenho a certeza que será também uma persona mui grata para 2019.
O ano que passou não tive férias, por estar ainda nos primeiros seis meses de contrato. Ainda assim, depois de alguns sobressaltos, consegui ir alguns dias ao Algarve, para estar com a família e amigos e foram os dias mais bem aproveitados de sempre. Realmente, quando menos se tem mais valor se dá...
Outro big highlight do ano: o casamento da minha melhor amiga. Que começou muito antes da grande data. Ficou marcado pelo planeamento, organização e criação de toda a imagem daquela que iria ser a festa mais bonita de sempre. Chorei muito. Sorri muito. Recordei ainda mais. Balei muito. E guardei tudo no meu coração, para a posteridade. A primeira do grupo a casar. E eu, uma amiga infinitamente orgulhosa!
Entre visitar o MAAT pela primeira vez ou conhecer — finalmente! — os melhores gelados de Lisboa, recebi o melhor comentário que algum tripulante pode receber (e quando me sinto mais em baixo vou sempre relê-lo aqui) e, outro ponto alto do ano, vi orgulhosamente a minha irmã 'pequenina' a defender a sua tese, resultado de um árduo trabalho e esforço incessante, com imensa distinção e sabedoria, que lhe rendeu uma nota maravilhosa e irá, certamente, abrir muitas portas. Parabéns mana!


Começar a trabalhar permitiu-me, para já, conhecer alguns destinos novos e sem dúvida que os meus favoritos foram Tânger (e Chefchaouen) e Málaga. Passei grandes momentos por aqui e fiquei absolutamente rendida aos encantos destas cidades. 

Passear por Lisboa é das coisas que mais prazer me dá. Sozinha, de máquina em punho, com o despertar da cidade, aos primeiros raios do sol. E permiti-me a esse luxo com muito mais frequência quando o fluxo de trabalho acalmou, depois de Setembro. Mas outro momento alto foi, sem dúvida, regressar ao Porto — a minha cidade do coração. Fui sozinha e foi mágico. Sem palavras! 


Também Monsaraz marca sempre um momento muito acarinhado por nós, cá em casa. Representa o início de Dezembro e aconchega-nos a alma com os primeiros cantares de Natal. Falarei sobre este passeio mais à frente, para que se possam também inspirar.

O Natal este ano foi marcado pela renovação de contrato — que me deixou radiante de feliz — por passeios em família por Lisboa, pela festa com a (outra) família — os colegas da White — e por momentos únicos partilhadas com uma das pessoas mais importantes na minha vida, a minha irmã. Foi um Natal tranquilo, sem grandes agitações e [felizmente] passado em casa.

Já tinha partilhado este rewind pelo instagram mas senti que seria também o ponto de partida perfeito para recomeçar aqui no blog. Estes foram os momentos altos de 2018. Adorava que partilhassem também os vossos!

Agora é voltar em grande e em bom — que está nas nossas mãos tornar 2019 memorável... 

2 comentários

  1. Um ano repleto de momentos bons e muitas conquistas!
    Dei um saltinho ao comentário do elogio, acho que exemplifica na perfeição um resultado de muito esforço, dedicação e simpatia para com o próximo! <3

    Um beijinho grande,
    MESSY GAZING

    ResponderEliminar
  2. Transbordando momentos incríveis! Que 2019 seja ainda melhor ♥ E suas fotos sempre lindas! :)

    ResponderEliminar