Social icons

Rentrée(s)

01 outubro 2018


Que se fazem, este ano, em outubro. O balanço de Julho e Agosto e a entrada de Setembro. Que se passaram assim: num piscar de olhos. Mas hoje fazemos uma pequena paragem no tempo e relembramos todos os momentos bons dos últimos meses. Foram meses cheios. Cheios de aventuras, novos destinos, novas pessoas, novos desafios. Um relato visual de tudo aquilo que se passou deste lado e a 'justificação' desta ausência virtual que tem assombrado este espaço nos últimos tempos.


É certo que tenho mil e uma coisas boas para partilhar. Tenho fotografias editadas, textos pensados e uma mão cheia de posts que sei que vos vão agradar. Mas a verdade é que, desde Agosto, o tempo livre não tem sido assim tão livre por aqui. Tenho andado sempre de um lado para o outro, a voar [e não só]. Mas algures, nas folgas santas que vão surgindo durante a semana, também aproveitei para passear, conhecer espaços novos e re-visitar sítios antigos.



Dois motivos para esta ausência (escandalosa) no digital: as folgas de agosto foram aproveitadas para ir até sul e as folgas de setembro foram todas dedicadas exclusivamente a terminar as peças gráficas para o casamento da minha melhor amiga.



por isso, continuemos... 

Foi em Julho também que decidi arriscar e mudar, também eu, algo. Desta vez foi o cabelo. Sentia que precisava de uma mudança para receber os 27 e a oportunidade de o fazer na Lúcia Piloto da 5 de Outubro surgiu na melhor altura. Indaguei sobre onde deveria ir para tratar da cor, aclarar um bocadinho o cabelo, dar-lhe um ar saudável e estival, bem como uma recomendação de um espaço que fizesse bons trabalhos de alisamento. Acabei por ir à LP e não podia ter ficado mais radiante. Publicarei um post especial sobre a mudança, o serviço e atendimento em Outubro. Prometo!



Julho foi, sem dúvida, um mês de mudança. Conheci melhor alguns dos destinos para onde operamos — nomeadamente Tânger e Málaga — e adorei passar tempo de qualidade com as tripulações e em cidades que se revelaram verdadeiras pérolas escondidas, cheias de cantos e recantos bonitos. Posso dizer que estas duas são das minhas favoritas e posso já traçar um pequeno roteiro para cada uma delas. Acho que valem muito a pena de se visitar e ficam a não mais de 2h de avião (além disso ainda me podem encontrar por lá, quem sabe...).




Relativamente a Tânger (oh well) acho que já tenho fotografias para um ou dois posts e muitas dicas gostosas para vocês. Além disso, Tânger fica apenas a duas horas e carro de Chefchaouen — a cidade azul — e também tenho várias sugestões para partilhar convosco. Curiosos?





Málaga também foi uma agradável surpresa. Apesar de as praias serem pintadas de um cinza claro, já que a areia não é clarinha como a nossa, a água é quente e cristalina. A praia da Malagueta é bem bonita, com esplanadas deliciosas e uma marina muito elegante. A parte histórica é linda, os vários restaurantes repletos de tapas apetitosas e os rooftops modernos com vistas incríveis fazem as delícias de quem lá vai, — e eu já só quero voltar!




Posso dizer que estas duas são das minhas favoritas e posso já traçar um pequeno roteiro para cada uma delas. Acho que valem muito a pena de se visitar e ficam a não mais de 2h de avião (além disso ainda me podem encontrar por lá, quem sabe...).




Este ano, como estou no primeiro contrato, não tive férias e se me acompanham por aqui há algum tempo saberão que todos os anos, em Agosto, vou com a família para o Algarve. Até podem espreitar os posts relacionados com as férias passadas por aqui. Mas, nos entretantos, consegui aproveitar alguns momentos para passear por Lisboa (como o jantar magistral no Beco - Cabaret Gourmet de José Avillez, sobre o qual falarei num outro post).





Bem, entretanto este ano todas as folgas que tive em Agosto foram aproveitadas para "voar" para sul. Saía do aeroporto e seguia directamente para baixo, aproveitando todos os segundinhos de sol na Falésia, com os amigos e família. Muitas das vezes acordava às 3h da manhã para voar, chegava a Lisboa às 11h30 e seguia logo para o Algarve, de carro ou bus. Todos os minutos contavam para que pudesse aproveitar ao máximo as pausas merecidas.

Consegui Celebrei o meu aniversário por lá e ainda consegui passear muito (mais do que aquilo que estava à espera).




Contam-se pelos os dedos de uma mão as vezes que fui ao Algarve (três vezes, não mais do que seis dias ao todo) mas de tão bem que foram aproveitados souberam a ouro. E dou comigo a apreciar (ainda) mais os pequenos momentos e todos os segundos de descanso. 





Agora, a verdade é que tenho gostado tanto daquilo que estou a fazer, tenho adorado vestir a farda, ir para o aeroporto e fazer o melhor que posso, enquanto trabalho com uma equipa incrível e ainda aproveito para conhecer (um pouquinho) sítios igualmente incríveis, como Bilbao e o hotel maravilhoso onde ficamos alojados, que trabalhar tem sido um verdadeiro prazer. E é o que se costuma dizer: faz o que gostas e não terás que trabalhar um dia na tua vida...






Julho e Agosto passaram-se assim e em Setembro as coisas estão, lentamente, a adquirir o ritmo de antigamente. O casamento da minha melhor amiga acontece no final do mês, as peças seguiram todas para a gráfica, estão feitos os últimos apontamentos e estamos prontas para celebrar a cerimónia daquela que será a primeira do grupo a dar o nó.


Agora podemos voltar a aproveitar os dias sem voar com passeios e experiências gastronómicas por Lisboa, exactamente como gosto! E dedicar mais um tempinho aqui ao blog, que tantas saudades tenho de escrever, fotografar e editar.

Agora aceitem o meu sincero pedido de desculpa pela ausência; o tempo tem passado tão fugaz, tão rico, cheio de momentos, de partilhas, de pessoas, de experiências e aventuras. Tudo se tem passado em contratempo e esse — o tempo — escasseia. Mas agora posso acreditar: estou de volta.

3 comentários

  1. Muitos momentos bem passados por aí!

    ResponderEliminar
  2. Como fico feliz de teres voltado :D um beijinho
    https://amaria-do-mar.blogspot.com/

    ResponderEliminar