Social icons

café & livros

23 abril 2018

Começar a semana com (c)alma. Voltar às publicações e partilhas bonitas. Voltar a saborear o café da manhã em casa. E aproveitar a casa. Esperar ser chamada para voar e, nos entretantos, deixar-me levar pela inspiração. Sentir que retomo o controlo daquilo que me faz feliz. E viver cada instante. Aceitar mais convites e preparar mais artigos aqui para o blog. E para hoje, homenagear esta segunda com algumas sugestões dos meus livros favoritos, para celebrar o Dia Mundial do Livro. É ver tudo aqui...

dia do livro


É esta segunda-feira, 23 de Abril, que se assinala o Dia Mundial do Livro. A data estabelece alguns marcos importantes relacionados com nomes ilustres da literatura e procura incentivar a leitura e relembrar a importância dos livros. Cultivar o hábito de leitura é um trabalho que começa cedo e sinto que, cada vez mais, as gerações vão desaprendendo; desaprendem a ler e — pior! — desaprendem a se deixar levar pela leitura.

Por isso hoje, a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) juntamente com as Bibliotecas de Lisboa, celebram a data com a iniciativa "Ler em Todo o Lado", que irá ser traduzida em 30h de actividades a decorrer em Lisboa, em várias livrarias e bibliotecas durante todo o mês de Abril.

Além disso, é também durante a manhã de hoje que a Fnac irá emprestar livros no Metro de Lisboa, na estação de Entrecampos. Por lá poderão encontrar uma banca cheia de livros e a acção passa por um processo muito especial: podem escolher um livro em troca de uma dica para encontrar tempo para ler. Levam o livro convosco e podem ler e folheá-lo as vezes que quiserem desde que o devolvam numa loja Fnac, até 31 de Maio. Isto porque todos os livros serão posteriormente doados às bibliotecas da AMI. Uma iniciativa bem bonita, não acham? 

Também no Chiado, na icónica Bertrand, poderão conhecer alguns autores da actualidade e descobrir quais as sugestões e livros favoritos de cada um.


5 livros
sugestões da sara

Apesar de adorar ler — e de ler tudo um pouco — eu tenho que admitir que sou completamente viciada (diria mesmo obcecada) por policiais. Especialmente os da Agatha Christie. Em particular os romances do meu querido Poirot. Não lhes resisto. Por isso acabo por nunca fugir muito ao género. Mas este ano quero contrariar um bocadinho essa tendência e começa já hoje, com este post.

Se tivesse que eleger cinco livros que de alguma forma me terão marcado, teria que começar pelo A Cidade e as Serras (do grande Eça de Queiroz), O Principezinho (um clássico eterno), pelo Três Metros Acima do Céu (o livro da adolescência), pelo Tempo Entre Costuras (e depois teriam que ver a série, sem dúvida) e um policial do Poirot (ou qualquer um da Agatha Christie).

Agora adoraria receber as vossas sugestões e saber se têm algum livro, tipo ou autor preferido!

3 comentários

  1. Gosto imenso de histórias verídicas e dramas. São o tipo de livro que mais me consegue cativar.

    Beijinho, Something Contemporary
    NOVO POST › OUTFIT | There’s nothing holding me back

    ResponderEliminar
  2. Olá, Sara. Eu também adoro a Agatha Christie. Na realidade os romances dela têm sido uma terapia boa, ao final do dia, quando o cansaço já é muito. Um beijinho.

    ResponderEliminar
  3. O Principezinho será sempre aquele livro especial, adoro-o e já o li várias vezes em adulta (uma delas há 3 meses atrás). Também gosto muito de policiais e da Agatha Christie. beijinhos

    Vânia
    Lolly Taste

    ResponderEliminar