Social icons

DICAS DE EDIÇÃO | INSTAGRAM

09 janeiro 2018

Como edito as minhas fotografias do instagram?  Está e uma das perguntas que mais oiço. E este post surge na continuação do artigo publicado ontem e das várias mensagens que recebo a perguntar quais as ferramentas e programas que uso na edição, qual o filtro que aplico, entre outros. Pois bem, sem grandes artifícios nem complicações, hoje venho partilhar convosco tudo! 

el-phone all the way

Praticamente — digo praticamente pois quando me roubaram o Iphone publiquei uma tirada com a máquina — todas as fotografias que publico são feitas com o telefone. Faço-o unicamente para manter a praticidade e essência daquilo que é, para mim, o instagram. Apesar de não partilhar em tempo real (porque gosto de organizar a grelha de uma forma mais ou menos cromática) gosto de ver o instagram como uma ferramenta de telefone, para fotografar, editar e partilhar. É por isso que a minha edição acaba por ser muito rudimentar. Utilizo apenas dois programas e sei que o resultado final não é refinado nem profissional. Deixo isso para as fotografias tiradas com a máquina, que partilho aqui no blog.


1. Câmara

É muito importante terem atenção à vossa câmara. Quer fotografem directamente com o telemóvel quer o façam através da máquina, é fundamental que tenham a lente sempre limpa. Antes de fotografar costumo sempre passar um pano sobre a lente do meu telemóvel para garantir que esta está sem qualquer sujidade. 

a título de curiosidade: como referi, todas as fotografias do meu instagram são feitas através do telemóvel. Aqui no blog gosto de fotografar com a máquina e de editar no lightroom. Já no telemóvel prefiro a simplicidade do gesto da mão, da captura do momento. Além do mais acho que o resultado no final, de um ponto de vista global, fica mais harmonioso do que se publicarem ora fotografias do telemóvel ora da máquina. Escolham uma forma de fotografar e guiem-se por ela.


3. Formato

Fui-me apercebendo, ao longo do tempo, que o formato 3:4 é muito mais agradável à vista do que o 1:1, por exemplo. Dei comigo a preferir as fotografias com estas proporções que me iam aparecendo no feed e acabei mesmo por adaptar os meus próprios enquadramentos para este formato. Se fizerem a experiência, verão que o 3:4 se enquadra muito melhor no feed e no próprio ecrã da app.


2. VSCO

Apesar de começar a cair em desuso (parece-me) esta continua a ser a minha principal ferramenta associada ao Instagram. Eu sei que já existem aplicações específicas para organizar o a grelha de imagens* mas é lá que eu consigo prever como é que as publicações vão resultar no meu feed. 

*eu sabia de uma em particular, mas não me lembro do nome; alguém sabe?


Também é no VSCO que faço as edições principais. Aplico sempre o mesmo filtro (agora uso o S3 mas já tive dois outros filtros que adorei usar como o H1 ou o A6). Depois aumento sempre a iluminação (não mais do que +2), o detalhe e nitidez (o primeiro costumo aumentar não mais do que +3 e a nitidez é apenas um toque ligeiro, não mais do que +1.5). É nesta app que corrijo também os ângulos ou perspectivas (muito importante se forem imagens de arquitectura).


3. Snapseed

Nem sempre recorro a esta aplicação mas confesso que é uma enorme mais valia e tem sido super útil. Para além de ser uma app gratuita e de utilização muito intuitiva, tem imensas ferramentas que não encontramos no Instagram nem no VSCO, nomeadamente o pincel ou o reparar. O Snapseed tem ainda alguns filtros pré-definidos mas, como vos disse, essa parte trato no VSCO. Quando quero editar uma fotografia no Snapseed é porque: preciso de corrigir os brancos ou o balanço de cores; ou porque preciso de corrigir apenas uma parte da fotografia.


As maravilhas desta aplicação resumem-se, na minha utilização, a 3 features fundamentais: selectivo, pincel e reparar. 

O selectivo permite-nos selecionar uma série de cores (através de pontos localizados) e editar esse grupo de pontos da mesma maneira. Isto vai-nos permitir trabalhar a luminosidade, saturação, contraste, etc., de cores específicas na nossa fotografia. Imaginemos que queremos anular os tons quentes — basta que façamos pontos de selecção em cima deles e os tratemos de seguida.

O pincel é uma ferramenta incrível e que nos traz uma versão mais simples e elementar do photoshop. Podemos trabalhar a saturação, a temperatura ou a exposição à medida que pincelamos a imagem. Isso é óptimo quando queremos iluminar uma zona da fotografia, sem correr o risco de queimar o resto da imagem, por exemplo.

O reparar vai também lembrar as características do bem do photoshop (que não uso em mobile) pois permite-nos camuflar ou disfarçar algumas coisas que queiramos. Suponhamos que há um graffiti feio na imagem, um saco de lixo no chão, uma grua no horizonte ou uma borbulha no meio da testa (...) com a ferramenta de "reparar" conseguimos, de uma maneira meia leiga mas imperceptível, disfarçar essas imperfeições.


No Snapseed também costumo trabalhar as ferramentas de aperfeiçoar, detalhes e equilíbrio de branco, porque existe uma maior sensibilidade para ajustar os níveis de cada opção e a app acaba por trabalhar de forma muito fiel àquilo que procuramos. Esta é, sem dúvida, a minha app preferida quando quero ir um pouco mais além na edição de imagem. 

Ainda não explorei o Lightroom versão mobile, apesar de trabalhar no desktop com o programa. Se alguém por aqui for entendido na matéria, pode deixar algumas dicas jeitosas nos comentários que são bem-vindas!


Nestes exemplos que vos mostro, para além do ajuste de formato (que passa a ser de 3:4), é fácil perceberem quais as ferramentas que utilizei. Como os motivos são quase sempre prédios ou ruas, as diferenças nos ângulos e perspectivas são óbvias. O filtro é sempre o mesmo, a nitidez e luminosidade também são trabalhadas quase de forma automática e os elementos feios (como graffitis ou gruas) foram eliminados através da ferramenta "reparar" do Snapseed.

Eu disse-vos que não tinha ciência nenhuma e, para ser franca, nem ando assim radiante com a minha edição. Preciso de criar uma "receita" de edição que torne as fotografias ainda mais harmoniosas. Preciso também de me aventurar no Lightroom e de encontrar a tal app que permite estudar a grelha do meu feed. 

Alguma dica desse lado?

13 comentários

  1. Sobre as apps para organizar o feed, uso o Preview. Não sei se seria essa que conhecias 😜
    Anyway, excelente post!

    ResponderEliminar
  2. Olá Sara, a tal app que permite estudar a grelha será a "Preview"? Eu utilizo essa e estou satisfeita.

    ResponderEliminar
  3. A tal app que falas não será a "Preview"? Não a uso, mas por acaso uma amiga minha usa para poder ver como fica a grelha antes de publicar. Sinceramente, como recentemente tive uma Canon, ando a praticar a tirar fotografias bem mais com a Canon, já é raro tirar fotos no telemóvel e utilizar nas redes sociais (só fotografias de arquitectura e da cidade é que vêm directamente do rolo do telémovel)! E uso o Lightroom (tal como falaste) para editar, onde já tenho duas predefinições de edição que uso praticamente em tudo!
    Mas óptimo post e dicas para quem usar fundamentalmente o telémovel, foi super claro! :)
    Beijinho*
    http://www.fine-alchemy.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. A app que uso para organizar o feed chama-se UNUM mas o telemóvel é Android, não sei se há ou não no iOS.

    ResponderEliminar
  5. Desde que comprei uma Canon, tenho preferido usar fotografias de lá, também porque a câmara do meu telemóvel não é nada do outro mundo. Se fotografar com o telemóvel edito com o Snapseed, apesar de também ir usando o VSCO. No computador uso também o Lightroom, apesar de ser um programa com que trabalho há pouco tempo. A app que uso para ver como vai ficar a grelha é o FeedMaster.


    A Sofia World

    ResponderEliminar
  6. A app q utilizo para organizar o feed é UNUM, dá em iOS!

    ResponderEliminar
  7. Super complecta esta publicação! Gostei imenso do filtro que utilizas no Vsco. Só que é um filtro pago não é? Tentei encontrá-lo nos gratuitos e por acaso não encontrei lá.

    She Walks Blog

    ResponderEliminar
  8. Não tenho ciência nenhuma!?!?!? Fogo, Sara, quem me dera que as minhas fotos ficassem assim quando as adoro. Adoro todas as fotos antes, porém, e de facto, a versão final é sempre fabulosa. Já tive VSCO mas deixei de usar, se bem que cada vez mais acho que devia mesmo usar mais. Gosto imenso dos resultados nos outros feeds.
    H1 e A6 também eram os filtros que usava mais e acho que há uma tendência geral para aumentar ligeiramente a luminosidade. Que engraçado!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Fiz o download do snapseed ontem e vou tentar brincar um bocadinho com essa app esta noite!

    www.thelisasworld.com

    ResponderEliminar
  10. Olá, essa app é transversal a iOS e Android e é a que uso também!
    Só gostava de pod r programar as minhas publicacoes em horas e datas específicas mas acho quero no Pro.

    Beijo

    ResponderEliminar
  11. Sem dúvida um excelente post!
    Também uso as mesmas app's para edição de fotografias e não podia estar mais satisfeita!
    Beijinhos.

    The Nameless Writer, blognamelesswriter.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  12. Para organizar o feed uso a app Unum e para edição o Snapseed. Muito bom este post, assim como o teu instagram que é lindo de morrer. ;)

    ResponderEliminar
  13. Sinceramente já larguei o VSCO, mas durante muito tempo era só o que eu usava para editar as minhas fotos do Instagram.
    Agora estou a usar a app A Color Story, desenvolvida pelas manas do blog A Beautiful Mess. Para organizar o meu feed uso agora uma app simplesmente chamada Preview. :)

    Joan of July

    ResponderEliminar