Social icons

o natal à mesa

13 dezembro 2017

Família reunida, muitas histórias para partilhar e uma mesa cheia. É assim que Gostamos do Natal. Caminhamos a passos largos para aquela que é a época mais bonita e especial do ano e, a par com o processo de escolher alguns miminhos especiais e fazer os embrulhos, preparar a mesa e a consoada para receber todos cá em casa é uma das minhas tarefas favoritas. No post de hoje partilho sugestões de mesas natalícias, em dois registos diferentes, para que se possam inspirar um bocadinho e dar asas à imaginação. Afinal de contas, é Natal...
   

Na semana passada trouxemo-vos um artigo recheado de sugestões bonitas para todos; do pai à mãe, passando pelos sogros ou avós, pela irmã ou melhor amiga, para o primo ou namorado. Se não chegaram a ver podem dar uma vista de olhos por aqui e deixarem-se inspirar pelas ideias que partilhámos. Afinal de contas, faltam pouco mais de dez dias para a grande celebração desta que é a minha altura do ano favorita!

Quando o El Corte Inglés me abordou para desenvolvermos uma série de artigos temáticos, relacionados com o Natal, aceitei com um enorme sorriso e imensa motivação. O tempo, esse, por vezes é pouco para tudo mas não podia deixar de publicar o segunda post desta série. Dos presentes saltamos para a decoração e é aqui que tudo ganha (ainda mais) brilho e encanto...




Gostamos do Natal

Gostamos de acender velas natalícias e deixar que o aroma bom a canela se espalhe pela casa, misturando-se com o cheirinho a pinheiro fresco e broas de mel. É uma harmonia deliciosa que já faz parte da tradição. O Natal sempre foi cá em casa. Foi sempre aqui (bem, aqui não; mas agora aqui é a nossa casa e casa é em qualquer lado, desde que estejamos juntos) que recebemos a família e os amigos. 

Gostamos de os receber, de os surpreender. Gostamos das conversas sem fim, dos petiscos sem horas marcadas, dos brindes e tchim-tchim, dos desejos e promessas partilhadas. Gostamos de relembrar histórias de outros tempos e partilhar entre todos estes momentos. Gostamos de fazer uma consoada deliciosa, com os pratos que todos gostam e, acima de tudo, gostamos de preparar uma mesa caprichada, diferente todos os anos, inesquecível sempre e sempre especial. É. Gostamos do Natal.




Para esta série de partilhas natalícias resolvi preparar duas sugestões de decoração. Esta primeira, que vos apresento, é inspirada numa vertente mais nórdica ou escandinava. Tons neutros, cenários crus, muito branco e apontamentos em dourado, salpicados com um toque de cor discreto.

Nesta apresentação o destaque acaba por se reflectir sobretudo nas peças em dourado, que são a chave da mesa. Vê-lo representado nos marcadores individuais e no serviço de talheres e copos. Para mim, aliás, os copos são mesmo a estrela da mesa — com a gravação em dourado, que os tornam super elegantes mas discretos, ao mesmo tempo.
  


   

o elogio ao estilo nórdico & a capacidade de adaptar

Com algumas peças apenas, conseguimos tornar uma mesa simples em algo extraordinariamente original. O truque está em pensar nos acessórios para além da sua utilização imediata. É no saber adaptar e re-aproveitar que conseguimos tirar partido das multi-funcionalidades dos objectos. 

E no El Corte Inglés encontramos de tudo um pouco. Podem deitar um olhinho no catálogo ou na loja online para se inspirarem.

Por aqui adaptámos o centro de mesa, que foi criado usando o vidro de uma peça decorativa tipo esta, com alguns pendentes de natal, idealmente vendidos para a árvore, como podem ver aqui ou aqui, lá dentro. Utilizei alguns pezinhos de vivaz para dar um toque mais especial à decoração, lembrando os flocos de neve dos países frios. Outra ideia original foi ter utilizado um pendente dourado, de um floco de neve repleto de missangas douradas, do género deste, como suporte de vela (como podem um pouco mais acima, ficou giríssimo!).


Aliar o dourado — que lembra tempos áureos e prósperos — com materiais mais toscos — como o suporte da árvore de natal ou a passadeira do centro da mesa — cria um jogo de contrastes divertido e que acaba por resultar muito bem. É este equilíbrio entre o castiço e o refinado que confere a esta mesa uma personalidade muito interessante e acaba por ter tantos detalhes e pormenores engraçados que ninguém ficaria indiferente.

Depois, para completar, claro está: muitas velas, um bom vinho e petiscos gostosos. Os amigos iriam certamente adorar esta abordagem e eu posso-vos dizer que é um dos estilos que mais me fascina.

No próximo post sobre a série de Natal vamos trazer-vos uma opção mais tradicional, em tons mais clássicos. Mas agora partilhem tudo: gostariam de ver o vosso natal um pouco mais minimalista, como esta mesa que vos preparei?

Enviar um comentário