Social icons

miss jappa

15 novembro 2017

Uma viagem ao oriente, sem sair de Lisboa. Desta vez pela noite, ao jantar. Um ambiente diferente, à média luz e intimista — mas com o sabor de sempre. Um pouco à semelhança da nossa última partilha gastronómica pela Cantina Peruana, no Bairro do Avillez, também quisemos ir conhecer um dos nossos restaurantes preferidos de Lisboa, desta vez à noite. Por isso, para vos abrir o apetite e aguçar a vontade, venham conhecer um Miss Jappa mais sedutor e as novidades da carta...


Já tínhamos partilhado a nossa primeira experiência no Miss Jappa por aqui. Fui com a minha irmã, num dia de fashion night out, almoçar ao Príncipe Real e a escolha não podia ter sido a mais acertada. De lá saí com a certeza que o Miss Jappa estava no topo da lista dos meus restaurantes japoneses predilectos de todo o sempre e desde então que o recomendo a todos os amigos.

Desta vez quis ir conhecer o ambiente do espaço durante a noite. Porque já se sabe que a noite traz com ela um outro encanto e a experiência torna-se numa outra, completamente diferente. 

Além do mais, hoje em dia, o Miss Jappa abre somente ao jantar, por isso ficam já com a nota de agenda — e aconselha-se a reserva, sobretudo ao final de semana.




os de sempre & novidades na carta

Sabia que pelo menos dois pratos teria que repetir. Foram, de longe, os favoritos e por isso tinha que haver um espacinho na mesa para eles. Falo-vos do tártaro in a box — que desta vez veio servido numa barquinha de madeira, delicioso como sempre — e do trio de gyosas, que são simplesmente divinais.

Depois aproveitámos então para conhecer as novidades que foram introduzidas na carta e que, da última vez, não tínhamos tido oportunidade de experimentar.




Depois aproveitámos então para conhecer as novidades que foram introduzidas na carta e que, da última vez, não tínhamos tido oportunidade de experimentar. Pedimos o bao de salmão teriyaki, que é composto por dois pãezinhos ao vapor recheados com salmão, rúcula e pickle de daikon (adorámos!), o fuyumaki que tem oito peças enroladas em papel de arroz com camarão tenpura, amêndoa, shisô e molho de figo (uma combinação de sabores surpreendente) e a sobremesa maravilhosa — taruto — que é uma torta de laranja, gengibre, shisô e espuma de amêndoa, que é também novidade fresquinha do restaurante e é uma delícia. 


No entretanto, claro, pedimos um combinado de sushi para partilhar e dois cocktails deliciosos para acompanhar. Desta vez também experimentámos a sakêgria de tagerina que, se ao início me mostrei intrigada depressa me tornei apaixonada — é tão, mas tão boa! — e pedimos ainda o clássico tokyo garden (o meu favorito), com lemongrass, lima, gengibre, gin tanqueray, coentros, ginger ale e hortelã.


Esta foi — como já seria de esperar — uma experiência deliciosa. Veio reafirmar a posição do Miss Jappa no topo da minha lista de restaurantes em Lisboa, destacando-o como um dos meus preferidos. A experiência de jantar aqui é algo que deve acontecer de forma casual e, de preferência, constante (porque se eu pudesse ia lá todas as sextas). É perfeito para um encontro romântico ou uma noite com as amigas. O espaço é super agradável, o serviço é exímio e todo o conceito envolve-nos numa atmosfera deliciosa.

Tenho pena que não continuem a servir almoços porque, como já vos tinha dito aqui relativamente à Cantina Peruana, as fotografias de dia ficam muito mais bonitas. Ainda assim, fiquem com esta sugestão para começarem já a pensar no fim-de-semana.


Praça Príncipe Real 5A
Terça a Domingo
Das 19h30 às 24h 


2 comentários

  1. Não me safava com essa comidinha!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  2. Adoro sushi.
    E as tuas fotografias tiram-me do sério.
    São maravilhosas.

    Beijinhos, Diana.

    ResponderEliminar