Social icons

5 desejos & promessas

01 novembro 2017

Para receber Novembro. É incrível, mas é verdade: estamos no penúltimo mês do ano. E este foi um ano diferente de todos os outros. E diferente não é forçosamente mau. Mas, para mim, tudo aquilo que seja diferente, que fuja à norma, que não seja comandado pela tradição apavora-me. Não foi um ano fácil — e isso reflectiu-se aqui pelo blog. Aconteceu de tudo um pouco, bom e mau. Por isso hoje tentamos (uma vez mais) agarrar no fio da meada e dar um rumo bonito aqui às publicações, partilhando com vocês 5 desejos e promessas até ao final do ano.




voltar

Voltar ao blog. Eu quero. Quero muito. Quero mesmo. Quero voltar às publicações diárias, às partilhas inspiradas, às descobertas deliciosas. Tenho tanto para partilhar... Tenho uma mão cheia de espaços giros em Lisboa, uns mais recentes, outros nem tanto, mas todos eles imperdíveis. Tenho a viagem de Madrid para publicar, repleta de dicas e sugestões. Tenho uma série de produtos e musts a ter debaixo de olho este inverno, que as ladies vão adorar saber. Tenho um batalhão de ideias a fervilhar, já com um cheirinho
a Natal, para partilhar convosco. Por isso, hoje, vou tentar assumir (uma vez mais) o compromisso de agarrar Novembro como a derradeira oportunidade para voltar aqui à comunidade do Little Tiny Pieces.

treinar

Assumir o meu lado saudável. Estive inscrita num ginásio em Linda-a-Velha desde que me mudei para aqui. Estamos a falar de Março, ok? Desde então — vergonhosa e tristemente me confesso — fui lá não mais do que 7 vezes. Uma vergonha não só para este corpo e estado de espírito mas também (e sobretudo) para a carteira. Na ânsia de poupar no final do mês, acabei por me inscrever num ginásio mais longe de casa, pensando inocentemente que iria querer/conseguir caminhar, ida e volta, todos os dias, de casa até lá. Na semana passada resolvi que bastava desta auto-humilhação e parei de me enganar a mim própria. Inscrevi-me então no ginásio que tenho mesmo por baixo de casa, onde anda a minha irmã. É um pouco mais caro, mas é tudo tão mais simples. Agora é que é: sem desculpas.

abraçar

O projecto de Natal. Esta é já uma ideia que anda a marinar há muito tempo. E finalmente este ano resolvemos abraçar a chegada de Novembro — e do outono que há tanto ansiamos — para por as mãos na massa, pegar no lápis e esquissar tudo aquilo que queremos trazer para vocês até ao Natal. Sou suspeita, mas tenho a certeza que vão gostar muito das novidades... 

mudar

O que não me faz feliz. Esta apatia e falta de vontade, até para com aquilo que mais contente me deixava (como escrever e fotografar para o blog) tem que ser reflexo de uma série de factores que não me estão a deixar sentir feliz. E a mudança que preciso começa em mim — daí o assumir de forma pública estes cinco compromissos. Sei que voltar ao blog e ao ginásio são duas decisões muito importantes para me voltar a sentir "eu" outra vez. Existem outras coisas que precisam de mudar, entre outras tantas que mudaram ao longo dos últimos meses. Por isso Novembro vai ser sinónimo de mudar... e de arriscar.

arriscar

Porque quem quer mudar... precisa de arriscar. Como já vos disse, não sou adepta de mudanças. A mudança inesperada de casa deixou-me completamente abalada, revoltada. Estarão lembrados deste post aqui? Só há bem pouco tempo é que consegui ver o bright side desta nova etapa e agora reconheço que a nova casa tem imenso potencial e muitos aspectos bonitos. Isto tudo para vos dizer que qualquer decisão que aconteça na minha vida, seja ela tomada de livre vontade ou não, significa sempre que precisarei de arriscar face à mudança. E agora com licença, vou só ali arriscar um bocadinho, sim?


Estes são, sem dúvida, os cinco verbos que vão guiar os próximos dois meses. Um ano condensado em dois meses de decisões e mudanças. Foi assim este 2017. E agora vamos lá dar as boas-vindas ao penúltimo mês do ano com a boa-nova de uma viagem, já daqui a duas semanas. Alguém consegue adivinhar onde vamos?

um bom novembro para vocês...

5 comentários

  1. Vou tomar alguns como meus, pode ser, Sara? Por exemplo, mudar, porque, de facto, às vezes precisamos e só sabe bem voltarmos a abraçar o nosso verdadeiro eu. Assim como o voltar, não só ao meu cantinho, mas também às actividades que me fazem feliz.
    Esquecemo-nos frequentemente de quem somos e perdemos a nossa identidade na rotina que é o dia-a-dia, assim, para nós desejo nada mais nada menos do que reestruturação de quem somos.
    Espero que consigas, em Novembro, usar e abusar dos verbos a que te entregas.

    ResponderEliminar
  2. Que todos os teus desejos sejam alcançados!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  3. Sou suspeita, mas o mês de novembro é um dos meses mais bonitos que há. É o mês que antecede o último mês e por isso, nos deixa mais reflexivos, mais esperançosos... Prontos para encarar dezembro e tudo de novo que aí vem. Venham lá esses dois últimos meses e muita coisa nova e boa para nós!

    ResponderEliminar
  4. Que bonito artigo! Acho que devemos todos os meses pensar desta forma: o que correu bem e mal e o que ainda temos para mudar em nós mesmos para sermos cada vez mais felizes :D
    https://www.fine-alchemy.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Espero que os teus desejos se concretizem Sara e fico à espera desse post sobre Madrid.:p

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar