Social icons

Benamôr

06 julho 2017

Meu amor... A partilha de hoje tem um quê de nostálgico e de reconfortante. Tem como cenário uma das lojas mais bonitas da cidade — e que deveria ser um ponto de passagem obrigatório — e traz-vos algumas novidades de uma marca-querida aqui pelo blog. É para a menina e para o menino, numa bonita homenagem às avós...


a vida portuguesa
ʟᴀʀɢᴏ ᴅᴏ ɪɴᴛᴇɴᴅᴇɴᴛᴇ

Era um convite irrecusável este. Não só porque iriam ser apresentadas as mais recentes novidades da marca mas porque iria, finalmente, ter um pretexto para visitar A Vida Portuguesa do Largo do Intendente. Já conhecia a do Chiado e a pequena boutique do Mercado da Ribeira — sei que entretanto terão aberto uma outra o Chiado — mas era esta, a do Intendente, que eu ainda não conhecia.

E porquê? Bem, porque tenho que confessar que aquela fracção da linha verde do metropolitano não tem estado propriamente no meu roteiro pela cidade. O que é uma verdadeira tontice, digo-vos já. O Largo do Intendente está a ficar um lugar giríssimo, reabilitado, dinamizado, com imensos espaços de interesse cultural e gastronómico (como o restaurante onde almoçámos, o Infame, uma delícia!).

Por isso, anotem na agenda: visitar o Largo do Intendente numa próxima visita a Lisboa!



Para além do Largo do Intendente estar muito bonito, há ainda um outro incentivo que nos leva até lá: a mais bonita loja d'A Vida Portuguesa; para além de ser a maior, está num espaço que respira autenticidade e um espírito lisboeta genuíno. Paredes de pedra, balcões de madeira, andorinhas, Bordallo e — claro — (entre outras marcas deliciosas), Benâmor .


benamôr

Já conheço a marca desde o Natal e já surgiu como sugestão por aqui. Contudo, ainda não tinha feito um artigo que estivesse à altura desta que é uma marca tão acarinhada, há várias gerações, aqui na família. Hoje colmatamos essa falha e falamos um bocadinho de Benamôr, da sua história e das novidades que estão a chegar.

Desde 1925 que Benamôr faz parte do quotidiano das casas portuguesas. Onde havia uma mulher, havia Benamôr. Foi fundada no Campo Grande, por um farmacêutico que criava receitas de beleza com ingredientes naturais. Desde cedo que se apresentou ao público com umas embalagens cuidadas e as suas bisnagas art decó foram um sucesso — que se mantém até aos dias de hoje.

 

Em 2015 a marca regressa, novamente, aos nossos dias. Com ela traz a sabedoria e paixão de antigamente mas com novas fórmulas, mais modernas e eficazes (deixaram de produzir com parabenos, por exemplo). É uma lufada de modernidade de uma marca que não abdicou da sua essência.

"Benamôr continua a ser umas das marcas de beleza mais queridas de Portugal" 

Houve um redesign da marca, em vários níveis. Não só nas fórmulas, como já referimos, mas também no próprio logotipo e no packaging que, mantendo-se fiel à apresentação original, tem agora umas linhas mais modernas.





Neste momento podemos encontrar quatro linhas distintas: alantoíne, gordíssimo, rose amélie e jacarandá, para além do creme de rosto — o best seller da marca. Todas elas nos apresentam um sabonete, um creme de mãos e, aos poucos, alguns produtos-novidade, como o gel de banho (e outros que serão lançados brevemente — e que eu estou ansiosa!).

Transversal a todos os produtos, de todas as linhas, é o packaging delicioso e a apresentação cuidada. Mais do que produtos para se ter, tenho a certeza que estes são produtos para oferecer.
 




Se tivesse que escolher, com muita dificuldade, a minha linha favorita, seria sem dúvida a jacarandá. Mas nota de que todas elas cheiram divinalmente e, embora a nossa escolha acabe por recair no aroma que mais nos encanta, a verdade é que cada uma tem as suas propriedades e características próprias. 



Se ainda não conhecem a marca, saibam que a podem encontrar nas lojas d'A Vida Portuguesa, no El Corte Inglés e agora também na Perfumes & Companhia. E se aceitam a sugestão, então cá vai: almocem n'O Infame, visitem A Vida Portuguesa do Largo do Intendente e aproveitem para encontrar aquele presente especial (para a mãe, avó, irmã, amiga...), com a ajuda de Benâmor.

Largo do Intendente 23
todos os dias
das 10h30 às 19h30

5 comentários

  1. Os produtos tradicionais portugueses estão cada vez melhores, e até aqui na Suécia já vi sabonetes portugueses à venda #orgulho :)

    ResponderEliminar
  2. E não é que é mesmo uma marca cheia de amor? As minhas avós ainda utilizam o creme de rosto e a minha mãe também trás sempre um ou outro produto para casa.

    Ficou apontado a visita ao Intendente, Sara!

    ResponderEliminar
  3. Uma loja interessante para visitar!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  4. É sem dúvida uma marca muito querida para mim e incluo dois produtos Benamor nos meus favoritos de sempre *.* Um beijinho querida Sara *
    https://umachavenadecharme.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. A minha avó usava este creme e é simplesmente maravilhoso vermos uma marca destas reinventar-se. As fotos estão absolutamente lindas :)

    ResponderEliminar