Social icons

devagarinho.

21 junho 2017

É o regressar à normalidade. Devagarinho. Uma normalidade ainda abalada pelos eventos do passado fim-de-semana que, de uma forma inconscientemente intensa, mexeram muito comigo. E com Portugal. Só no primeiro noticiário de domingo é que percebi a dimensão da tragédia e o cenário dantesco que assolava o interior do país. Senti um impotência avassaladora e só hoje — só agora — é que consegui retomar a escrita e as partilhas no blog...


Num fim-de-semana que se previa ser de descanso (com idas à praia, gelados e passeios apaixonados) e numa altura em que andamos tão alheados de tudo o resto, a realidade acabou por chegar através das notícias, de imagens ao longe, das partilhas nas redes sociais. Uma realidade ímpar, triste e devastadora. Mas era real. Um dos maiores incêndios atacava o coração de Portugal e só no Domingo de manhã é que nos apercebemos do horror que tudo estava a ser. 

Foi inevitável. Entre lágrimas e de coração apertado — por todos aqueles que estavam frente ao fogo, que temiam pelas suas casas, pelas terras, pelas suas vidas — saímos e fomos ajudar os Bombeiros Voluntários de Paço de Arcos, que nos responderam de imediato confirmando que estariam a aceitar donativos.

A sensação gigante de impotência ficou um pouquinho (de nada) mais aliviada. Sabíamos que não podíamos ajudar no local mas sabíamos também que não podíamos ficar aqui, assim, sem fazer nada. Um gesto, por mais simbólico que seja, representa num todo a maior diferença.

Perante a actualidade e com o país de luto, acabei por não cumprir o plano de posts que tinha feito para esta semana. Se durante o fim-de-semana acabei por não fazer nada sem ser sair para ajudar de alguma forma (nem me conseguia desligar das notícias), ontem, terça-feira, agarrei-me com força ao dia 20 e celebrei a vida — a dele — com um abraço apertado e num almoço caprichado. 

Agora é tempo de voltar aqui, devagarinho. E voltar é sinónimo de regressar ao blog, às partilhas bonitas e histórias inspiradas. Não é o desligarmo-nos do que se passa porque isso, infelizmente, é a nossa realidade. Mas é continuar a ajudar, da melhor forma que pudermos, sem negligenciar este little tiny pieces.

Hoje é um desabafo. Amanhã retomamos com as publicações habituais, sim?

4 comentários

  1. E é por este teu bonito coração que gosto de te ler, Sara. Fazes-nos querer ser melhores. Não foi fácil ver todas as notícias deste fim-de-semana - confesso, neste momento já fujo delas porque não aguento mais a exploração dos sentimentos misturada com a chapada de realidade. Em todo o caso, ajudemos. E vamos ter um verão inteiro para nos preocupar com isto - já sabemos. Infelizmente. Mas a vida continua.

    Jiji

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Joaninha :$ toda eu derretida com o teu comentário! E tens razão, vai ser um verão que deverá servir (pelo menos) para consciencializar mentalidades e abrir os olhos dos governantes para o perigo dos incêndios!

      Eliminar
  2. Descobri o teu cantinho à pouco e este texto deixou-me completamente rendida a ti!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Patrícia, muito obrigada :) um grande beijinho e sê bem-vinda!

      Eliminar