Social icons

LUZ CHARMING HOUSES

08 abril 2017

Uma estadia de sonho & uma lufada de ar fresco... Fomos conhecer aquele que é, segundo o World Boutique Hotel Awards, o Melhor Boutique Hotel do Mundo e, para nós, o melhor segredo de Fátima — que merece (e deve!) ser partilhado. E é isso mesmo que o artigo de hoje pretende: partilhar convosco todos os detalhes bonitos da experiência naquele que, rapidamente, se tornou num dos nossos lugares de eleição.


a soul experience

A soul experience; esta é a ilustração perfeita de uma experiência Luz Houses. Quando nos referimos ao pequeno hotel de charme temos que fazer menção de que este não é, efectivamente, um hotel como os outros. Não. É um espaço único, especial, cheio de detalhes, muitas histórias para contar e outras tantas para criar.

Fica situado em Fátima, no Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros (que já falámos por aqui), a pouco mais de 40 minutos de Lisboa. É, por isso, a escolha perfeita para uma escapadinha de fim-de-semana, a dois ou em família. O Luz Houses consegue abraçar a polivalência de um espaço que está em plena harmonia com a natureza, perfeito para uma estadia romântica ou umas férias em família. O espaço e serviços são pensados ao pormenor e por lá tanto podemos encontrar ofertas de massagens e spa, passeios de bicicleta ou caminhadas.





entrada & mercearia 

O conceito Luz Houses homenageia as tradições ancestrais e procura, por isso, trazer-nos um pouquinho daquilo que eram as antigas aldeias da região, através gestos tão simbólicos como um adorno ou produtos locais que facilmente encontramos um pouco por todas as áreas do hotel. A começar na entrada e mercearia adjacente, que nos remete para as lojas antigas, com as balanças de pesos, têxteis de tear, sabonetes artesanais, conservas ou compotas regionais.





Todos os espaços foram pensados ao pormenor e muitas das peças que transformam a composição das várias áreas foram desenhadas em exclusivo para o boutique hotel, como o balcão-bicicleta da recepção ou os expositores da mercearia. Por aqui encontram vários produtos regionais mais tradicionais, como o azeite, ervas aromáticas, compotas e licores, mas também temos marcas mais jovens no mercado, como é o caso da Maria Tigela e os seus acessórios de cozinha, por exemplo.


sala de estar & honesty bar

Passando a entrada somos convidados a descontrair na sala de estar, que tem uma pequena zona de bar. O honesty bar, como carinhosamente lhe chamam, transporta-nos para o conforto da nossa casa, já que nos podemos servir a gosto, como em casa, anotando no livro apenas aquilo que bebemos. Sem pressas, sem confusões, tão simples como isso.



A sala está decorada de forma deliciosa. Aliás, a decoração é feita de uma simplicidade sofisticada, mas sem ser pretensiosa e todos os espaços estão cheios de detalhes e pormenores bonitos. Lembram um pouco a casa da aldeia e as loiças parecem-se com as que a avó usava. No entanto, encontramos também traços de modernidade que nos trazem o bom gosto dos dias de hoje, a começar pela arquitectura, passando pelas estruturas ou pela iluminação, terminando no design e comunicação do Luz Houses.





Alguns dos elementos que mais se destacam, para além das peças bonitas de decoração e dos tons que pintam as várias zonas do hotel que são, na sua maioria, neutros ou tons pastel (como o rosa pálido ou verde água), são sem dúvida os candeeiros que iluminam o hotel. Não é sem razão que "luz" é o nome destas charming houses — mas já lá vamos.




 as boas-vindas

Somos recebidos entre sorrisos e cortesias. A simpatia da Equipa Luz Houses merece um destaque desmedido e um obrigada sincero. Fizeram-nos sentir em casa desde o primeiro momento e as boas-vindas são calorosas, aconchegantes — e quando nos levaram até ao quarto percebemos que as boas-vindas seriam também saborosas, já que tínhamos um miminho especial e personalizado à nossa espera.




Acompanharam-nos até ao nosso quarto e, assim que entramos, somos surpreendidos com a ardósia personalizada com uma mensagem de boas-vindas e um miminho para nos adoçar a estadia. Da teoria à prática, são estes pequenos gestos que nos transmitem o verdadeiro espírito Luz Houses; é o saber dar valor às coisas simples e viver a vida em pleno. Nós não podíamos estar mais felizes e podemos, com toda a certeza, dizer que nunca nos sentimos tão bem recebidos como aqui.





o quarto

O registo simples, descontraído e carinhoso do Luz é transversal a todas as áreas; desde a Mãe Casa até aos quartos. Também aqui os tons neutros, o uso do branco, das madeiras claras e elementos naturais ganham destaque. Um dos principais apontamentos da experiência neste boutique hotel é (para além do brilhante design de iluminação) os perfumes que sentimos em cada espaço. É como se os nossos sentidos fossem despertados e nos convidassem a relaxar. 

Assim que entramos no quarto reparamos logo no aroma a flores e lençóis acabados de lavar (quem resiste a este cheirinho?). Para além do olfacto, todos os restantes sentidos são, de uma forma ou de outra, estimulados. O tacto aproveita-se das várias texturas (da renda do dossel, da malha sobre a cama, da rugosidade madeira), a visão deslumbra-se com a organização do espaço, inspira-se na mensagem impressa na parede e leva-nos para um retiro no meio do campo. A audição perde-se nos cantares dos pássaros lá fora, no vento que agita as folhas das árvores, enquanto que o paladar é surpreendido com o miminho de boas-vindas... 


O quarto estava organizado num open space e, embora não muito grande, tinha as medidas certas para tudo resultar. A cama estava colocada no centro do espaço e tinha um dossel de renda (tão lindinho, muito romântico!). Todos os quartos estão totalmente equipados para nos providenciar uma estadia confortável e inesquecível. Têm mini bar, cofre, ar condicionado, wi-fi gratuito, smart TV (onde pudemos ligar a nossa conta Netflix e ver as nossas séries favoritas!), roupão e outras amenities.




Os quartos são, no fundo, uma extensão daquilo que é a ideologia Luz Houses. Em plena harmonia com a natureza, ornados com grandes janelas que nos tornam espectadores privilegiados daquilo que se passa lá fora, são o refúgio perfeito para um fim-de-semana de descanso. Para além do quarto superior — onde ficámos — podem ainda encontrar outras opções, mais indicadas para famílias ou grupos, como as suites superiores ou a master suite (que aloja até 6 pessoas).







a ermida

Este foi, a par com a sala de refeições da Mãe Casa, a minha zona preferida do Luz Houses. Edificada no meio do jardim, esta ermida representa a comunhão perfeita entre interior e exterior, entre o Homem e Natureza. 

Dada à proximidade do Santuário — e uma vez que esta aldeia teve um papel importante na história da região — podemos encontrar o presente e o passado interligados através de vários elementos, como a recuperação da arquitectura tradicional da região ou o simbolismo religioso presente em alguns detalhes. Esta ermida é um bom exemplo da relação do hotel com a História de Fátima. 

Mas, para mim, não foi tanto o caracter religioso que me deslumbrou. Foi, sim, o grande vão envidraçado voltado para o bosque. Foi o aroma incrível que se sentia no interior. Foi o calor reconfortante, o silêncio contagiante. Entre fotografias, dei comigo a pousar a máquina e o telemóvel, apenas para ficar ali, assim: sozinha, no meio da natureza, envolta num silêncio gostoso, apenas interrompido pelos pássaros lá fora. Fechar os olhos, inspirar profundamente, limpar a mente, as ideias.



Confesso que há muito tempo que não saboreava esta paz. Têm sido uns meses complicados e a última semana que passou foi o auge da confusão; por isso, esta ida ao Luz Houses foi o escape perfeito para recuperar energias, organizar as ideias e encontrar nova inspiração (e motivação!) para continuar.

   

  

  
os jardins & trilhos

As áreas exteriores são um dos principais elementos deste espaço. Somos convidados a ir explorar o bosque, visitar o abrigo das ovelhas, dar um mergulho na piscina, conhecer a cisterna centenária ou fazer um percurso meditativo. A pequena aldeia, como lhe chamam, está então envolta num jardim muito especial e por lá podemos fazer uma caminhada (levem calçado confortável, porque vão querer palmilhar tudo) ou acender a lareira exterior ao final do dia, beber um copo de vinho e relaxar. 



   

actividades & passeios

No valor da reserva estão incluídos bicicletas e capacetes, bem como sugestões de percursos e mapas da região — uma forma divertida de conhecer as imediações — mas o Luz Houses oferece ainda outras actividades aos seus hóspedes, como caminhadas pela natureza (com ou sem guia), workshops de olaria, aulas de yoga, passeios a cavalo, percursos de BTT ou passeios culturais. Para além das actividades outdoorpodemos ainda aproveitar os tratamentos e massagens que são realizadas no Luz Senses, que está inserido numa gruta natural e proporciona terapias naturais e experiências únicas. 

  

o jantar

Para nosso conforto e comodidade, podemos ainda fazer o jantar no Luz Houses (mediante marcação), já que o hotel dispõe de um serviço de refeições ligeiras, inspiradas na gastronomia regional. É-nos entregue a carta de bar e horários no check in e lá podemos escolher algumas iguarias e fazer o pedido, para que a cozinha possa preparar tudo na hora.






Acabámos por fazer uma refeição leve e reconfortante. Pedimos um creme de legumes (que estava muito saboroso), pão de alho com alecrim e tomilho, tábua rústica (com queijos, enchidos e compota), salada de laranja (uma delícia) e salada rústica (com feijão frade, atum e queijo fresco), acompanhado de um tinto maravilhoso. Para terminar — o gran finale — acabámos por pedir um gelado caseiro de noz, bolacha e caramelo (que estava tão, mas tão bom que pedimos para repetir a dose!).


anéis stone by stone (aqui)



a manhã

Termos jantado no hotel (sem nos preocuparmos com o carro, conduzir, estacionar e assim), foi um verdadeiro alívio. Bebemos o nosso vinho despreocupados e saboreámos tudo com outro gostinho. Na manhã seguinte, depois de uma noite revigorante e descansada, estávamos super ansiosos para o pequeno-almoço — que é, desde sempre, a minha refeição predilecta do dia!


  



aquela sala linda...

Como referi, a sala das refeições foi uma das minhas áreas preferidas do Luz Houses. Uma sala ampla, com imensa luz natural, rodeada de uma paisagem verde, linda. Novamente as madeiras claras, muito branco e o destaque do verde-água (ou azul-menta) que é um dos meus tons favoritos. A utilização das cadeiras antigas ou candeeiros industriais em contraste com sofás e poltronas de linhas minimalistas, mais modernas. Os apontamentos naturais trazem para dentro um pouquinho da natureza lá de fora e os arranjos já estavam inspirados na Páscoa.



  



& aquele pequeno-almoço divinal

O pequeno-almoço é servido todos os dias, entre as 9h e as 11h, na Mãe Casa. É preparado na hora, feito com todo o carinho. À mesa chega-nos uma variedade de opções, que podem ser personalizadas conforme os apetites. Nós acabámos por provar um pouquinho de tudo e podemos dizer que estivemos ali um bom par de horas, entre um café com leite e um croissant, entre conversas e momentos de contemplação. Só os dois, felizes.



O pequeno-almoço, incluído na estadia, é composto por uma tábua de pães vários, carnes frias e queijos, iogurte e frutos secos, compota, marmelada, ovos mexidos, fruta, leite ou chá, café e sumo natural. É super rico e saboroso, perfeito para começar da melhor maneira — como nós gostamos — que nos enche de energia para receber o novo dia.





O check out deveria ser feito até ao meio-dia, embora nos tenham dito que não havia problema de sair um pouquinho mais tarde. Depois do pequeno-almoço voltámos ao quarto para arrumar tudo e colocámos logo as malas no carro, para que pudéssemos aproveitar o resto da manhã no jardim do hotel. Voltámos ao abrigo das ovelhas, para nos despedirmos, sentámo-nos um pouco na lounge junto à piscina, na ânsia de absorver aquele sol bom da manhã e termos energias para regressar à confusão de Lisboa...


Luz Houses mostrou ser a opção perfeita para nos evadirmos da agitação da cidade. Perto o suficiente para se ir num fim-de-semana, mas longe que baste para nos sentirmos no campo, onde o ar é puro e cheira a flores, onde tudo o que ouvimos é a água do riacho e o cantar dos pássaros. É perfeito como cenário romântico, para uma escapadinha a dois, ou como retiro em família, para levar os mais novos numa aventura pelo bosque, entre braçadas na piscina e pedaladas na bicicleta.

Convido-vos a visitarem o site Luz Houses e a deliciarem-se com o video de apresentação e imagens oficiais. Nós também fizemos algumas filmagens, que contamos editar em breve e, quem sabe, partilhar também por aqui?

Tenham um bom fim-de-semana e comecem já a preparar a vossa visita àquele que é o Melhor Boutique Hotel do Mundo!

7 comentários

  1. Oh, Sara! Perdi-me de amores por esta partilha.

    Já ando a namorar a Luz Houses há meses, aliás será palco de uma data especial assim o espero e este registo só veio alimentar e ansiar a estadia.

    Beijinho, :) *

    ResponderEliminar
  2. Que sítio bonito mesmo :) Tinha mesmo de vir espreitar, depois de o instagram aumentar a minha curiosidade :)
    E esse pequeno-almoço? Tudo tão bom <3

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Este espaço é maravilhoso e já há tanto tempo que tenho curiosidade em passar aí uns dias!

    ResponderEliminar
  4. tão lindo! as fotografias estão lindas*

    ResponderEliminar
  5. Já tive oportunidade de visitar o Luz e é realmente um sitio maravilhoso e quase parece de outro mundo! Adoroooooooooooo!

    ResponderEliminar
  6. Perdi-me na beleza das tuas fotos e como é bonito cada detalhe. Fiquei super curiosa e talvez um dia destes me aventure a visitar esse local.

    ResponderEliminar
  7. Happy that inspired you! 💙 Everything Designed with so much LOVE by #casazulstudio 💙 #wedesigncoolhotels #emotionaldesign #designtoinspire #happyteamhappyprojects #anaheleno #simaogibellino #concept #interiors #design #styling #decor #architecturecoauthor #brandingcoauthor

    ResponderEliminar