Social icons

5 séries a não perder

30 abril 2017

E que têm mesmo que conhecer! São cinco séries que me deixaram completamente agarrada ao ecrã. São cinco séries super diferentes, mas cada uma tem a sua particularidade. Há séries com episódios de uma hora e outras com episódios de apenas vinte minutos. Há uma delas que devorei cinco temporadas em cinco noites e há uma outra que me obriga a ver um episódio por semana. Mas todas elas — sem excepção — merecem ser vistas. Curiosos?

netflix & chill

A primeira vez que utilizei a minha conta de Netflix partilhei por aqui algumas das séries que tinha (muito) interesse em ver. Pois bem, desde então posso dizer-vos que já vi as duas primeiras, todinhas — falei-vos de Crown por aqui — As outras duas ainda não comecei porque, entretanto, já vi outras tantas. E achei por bem partilhar convosco...


Girlboss

Comecei a ver o primeiro episódio no dia de estreia e, apesar de os 13 primeiros episódios já estarem disponíveis, a verdade é que gostei tanto, mas tanto, que dei comigo a pensar: "Sara, se te deixas ir no embalo, vês a primeira temporada em menos de nada".

E eu não queria acabar de ver esta Girl Boss num dia (podem ver como fiquei fã, logo no primeiro episódio, right?). Então assumi um compromisso comigo mesma: permito-me ver um episódio durante a hora de almoço. São episódios curtos, com cerca de 30 minutos e são o escape necessário — e uma forte dose de gargalhadas e inspiração — para acompanhar a pausa a meio do dia.

Girlboss é a história de Sophia Amoruso, a fundadora de Nasty Gal, que nos mostra como é que uma rapariga de apenas 23 anos, sem grandes fundos de maneio — mas com uma personalidade super forte, quase anárquica, e bem divertida — vai do lixo ao luxo, literalmente.



Riverdale

Comecei a ver esta série sem grandes expectativas; não vi nenhum trailer, nem li a sinopse. Foi depois da Páscoa, lembro-me que era noite e tinha acabado de ver 13 Reasons Why. Estava num misto de emoções e impressionada, então resolvi procurar algo para aligeirar a minha mente antes de adormecer. Riverdale surgiu-me como sugestão no Netflix e comecei a ver o primeiro episódio. 

Quando dei por mim, já eram três da manhã e eu já tinha visto os três primeiros episódios. É altamente viciante! Esta série tem um quê de nostálgico. Lembra-me Gossip Girl ou 90210, que eu via na minha adolescência. Tem imenso drama, mas também tem imensa piada. Tem personagens exuberantes, super produzidas (que em nada se assemelham aos caloiros universitários que vemos por aqui), de famílias poderosas e com um enredo emaranhado. Contudo, ao contrários das outras duas, esta parece-me que tem uma estrutura mais bem desenhada, personagens mais interessantes e um guião mais sólido.

Em Riverdale os personagens estão unidos na trama por um drama que afecta toda a cidade, mas em cada episódio há um drama diferente que tende sempre a afectar o curso da história. O viciante é isso mesmo: cada episódio deixa um final em aberto, umas reticências e nós queremos sempre saber o que vem a seguir — adoro!



13 Reasons Why

Ao contrário de Riverdale, comecei a ver 13 Reasons Why por causa do buzz todo gerado nessa internet fora. Vi tantas publicações e opiniões sobre a série que tinha mesmo que começar a ver e perceber o porquê de tanto alarido.

Bem, não posso dizer que a série está no top 3 das minhas preferidas. Mas vi os 13 episódios e posso dizer-vos que a série, no geral, está super bem feita. O elenco é incrível, a fotografia é maravilhosa, a mensagem é muito forte e deixa-nos — bem ou mal — a pensar. Devorei-os, aliás. Vi-os em duas noites ou assim. E fiquei com uma sensação agridoce, sem perceber se tinha amado ou odiado. A série mexeu tanto comigo que comecei a ler imensas coisas. Encontrei este artigo e acho que, em parte, reflecte muito aquilo que senti.

A história acompanha Clay Jensen que recebe uma encomenda da sua melhor amiga, Hanna Baker, que está morta. Suicidou-se. Mas antes de o fazer gravou 13 cassetes onde explica o porquê. A primeira temporada dá-nos então um retrato daquilo que poderá levar um jovem a por fim à sua própria vida — embora seja muito mais complexo do que aquilo que podemos ver na série.



Stranger Things

Vi Stranger Things com a minha irmã em Dezembro, numa altura em que fiquei doente e tomava o antibiótico à meia-noite. A forma como resolvemos passar o tempo, entre o jantar e o remédio, era a ver séries ou filmes (ela estava solidária e fazia-me companhia até lá). Houve um momento em que nos apareceu como sugestão esta série. 

Admito que não ficámos logo entusiasmadas. Não gostamos de ficção científica, aliens e afins. Vimos o primeiro episódio e nem gostámos muito. Avançámos para o segundo e ficámos "meh". Como tínhamos tempo até à meia-noite vimos o terceiro e quando demos por nós já estávamos super entusiasmadas, envolvidas com as personagens que já tinham o nosso carinho. Do terceiro ao oitavo (e último) episódio foi um pulo e agora já só queremos a segunda temporada!

A série passa-se nos anos 80 e todos os detalhes estão genialmente pensados para criar o ambiente da época. Conta-nos a história de 3 amigos e de Eleven que acaba por se tornar também parte do grupo. No centro da questão está o desaparecimento de um rapaz e ao longo dos episódios vamos percebendo como é que todas as peças do puzzle se ligam...

  

Orange is the New Black

Durante o processo de mudança de casa andei sempre com insónias. Dormia muito pouco, não tinha sono e precisava de alguma coisa que me animasse e ajudasse a passar o tempo. É assim que surge Orange Is the New Black, mais as suas quatro temporadas, que foram devoradas em menos de nada. Comecei a ver a série e nunca pensei que fosse gostar tanto — nem envolver-me tanto! 

Durante quatro temporadas assistimos às muitas aventuras (e desventuras) numa prisão federal feminina e ao longo de todos os episódios vamos conhecendo um pouco como é a vida lá dentro e como são as histórias de cada mulher. É inevitável: apegamo-nos, criamos laços e afinidades e só queremos saber mais e mais. É um retrato cru da Mulher, no plural, onde podemos ver não só a sua fraqueza mas sobretudo a sua força.

A história inicia-se no momento em que Piper Chapmam é levada para a prisão, por um delito cometido há dez anos atrás, quando ajudava a sua namorada da altura. A sua vida, que até então tinha tudo para ser perfeita — estava até noiva de Larry — dá uma reviravolta e a sua realidade transforma-se por completo, tal como ela.


Estas são as séries que mais me marcaram ultimamente. Já conhecem alguma?

E as vossas, quais são?

22 comentários

  1. Por acaso não costumo acompanhar series..


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre que tenho um bocadinho...lá estou eu a conhecer uma nova :)

      Eliminar
  2. Adorei "Stranger things" e "Orange is the new black". Queria ver 13 reasons why mas li o artigo que referiste há umas semanas e outros com opiniões semelhantes e perdi a vontade... Um série que recomendo muito, caso não conheças, é a "This is us" :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que vale sempre a pena ver, ainda assim :) This Is Us acompanho na FoxLife, como ritual de irmãs (só a posso ver com a minha irmã às quintas hihi)

      Eliminar
  3. Já vi a 13 Reasons Why e a Stranger Things (que outubro chegue rápido!!). Ainda me falta acabar de ver OITNB e começar em breve a Girlboss.
    Acho que a Netflix está com um monte de séries próprias maravilhosas!


    >>> THE PAPER AND INK

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma desgraça para organizar trabalho e netflix Joaninha ahahah

      Eliminar
  4. Sou uma viciada em séries admito, tanto girlboss como 13 reasons why vi em 2/3 dias :O Gostei muito de ambas! Fiquei também muito curiosa para ler o livro girlboss e saber um pouco mais da história da Sophia Amoruso e da Nasty Gal. Nunca vi Riverdale mas agora devo confessar que fiquei com curiosidade, talvez seja a próxima :) Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também :D agora também fiquei com vontade de ler o livro, sim!

      Eliminar
  5. Tenho a GirlBoss e o Riverdale nas minhas próximas séries para começar a ver!
    Aconselho-te a veres 'The White Princess', começou há duas semanas (e por isso mesmo só tem 2 episódios) e é fantástica! x

    E. ♥ Meet me for Breakfast

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vê sim, vais adorar! Não conheço e vou já investigar :)

      Eliminar
  6. Das tuas recomendações ainda só vi 13 Reasons Why mas as outras estão em lista de espera :)

    ResponderEliminar
  7. Comecei a ver Stranger Things quando estava num dry spell com o que ver. Foi uma daquelas séries que comecei a ver pela hype (tal como o 13 Reasons Why) e, apesar de tal como tu não gostar de ficção cientifica, fiquei logo hooked! A série está super bem feita. Além disso, também como 13 Reasons Why, a banda sonora é excelente!

    Marta Rodrigues, Majestic

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu fiquei assim no terceiro episódio, mas depois disso viciei completamente!

      Eliminar
  8. As estreias Netflix têm sido tão boas! São quase sempre para ver e só descansar quando se chega ao fim da temporada :P

    Óptimas sugestões, Sara! :)

    It's Ok

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É horrível Mariana ahahaha Obrigada :)

      Eliminar
  9. stranger things e oitnb ♥ aaaaaah, amo tão forte! aliás, saudades dessas sériessss!

    ResponderEliminar
  10. Óptimas sugestões, conheço todas e também são das minhas preferidas! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério? :) que coincidência, adoro!

      Eliminar
  11. Sou fã de orange is the new black e já vi a primeira temporada toda de girlsboss, em dois dias (não resisti!). Agora quero muito ver
    13 Reasons Why!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu ainda ando a ver aos pouquinhos, para ver se estico a corda um bocadinho mais ahahah

      Eliminar