Social icons

OH PORTO #8

11 janeiro 2017

À noite, na cidade. Porque se há coisa que me fascina são as noites nas cidades. Vê-las iluminadas, com a vida nocturna a fluir, dá-lhes outro charme, outro encanto. E por isso, hoje, trazemo-vos um pouquinho daquilo que foi a nossa última noite no Porto — e a última de 2016.



a última noite do ano...

Começou em casa. Depois do pequeno-almoço no Rosa Et Al e de uma manhã gostosa nos jardins do Palácio de Cristal, da nossa aventura Cabify e de um passeio pelo Douro, eis que regressámos ao apartamento na Cedofeita. Lembrámos aquele almoço delicioso no Cantinho do Avillez, a visita ao Palácio da Bolsa, as expressões DeGema da cidade, a Leitaria da Quinta do Paço e as ruas castiças do Porto. Sentámo-nos os dois à mesa. Brindámos com um cálice de Porto Vintage (mesmo em casa tratamo-nos bem) e celebrámos o último jantar, a dois, à nossa maneira.















Depois de petiscar qualquer coisa e de ganhar coragem (estava um frio cortante), saímos os dois, para aproveitar a cidade à noite — e a última noite na cidade. Estava uma noite clara, gelada e iluminada pelo espírito natalício, que ainda hoje nos recusamos a abandonar. As ruas estavam cheias. Grupos animados, famílias e amigos reuniam-se lá fora, compunham os últimos preparativos para a despedida de 2016 e dar as boas-vindas ao novo ano. Nós agora também fazíamos parte dela; da festa e da cidade. Este ano ficámos os dois. Mas nós nunca estamos os dois. Nós os dois somos imensos. Somos inteiros. E estar ali, com ele, era tudo o que precisava para acreditar que 2017 não ia ser assim tão ruim.




Em Lisboa nunca fui celebrar a passagem de ano no Terreiro do Paço e acredito que quem more no Porto prefira mil vezes não ir para os Aliados. Mas nós não somos do Porto. Pelo menos não temos esse privilégio, de viver no Porto. Por isso, como dois bons turistas, pegámos no champanhe e nos agasalhos — muitos e muitos agasalhos — e perto da meia-noite fomos até à Avenida dos Aliados, para mim uma das mais bonitas. O espírito, a animação, a confusão, as luzes, a música, as pessoas, a festa, o fogo de artifício. Quase trinta minutos de um espectáculo de fogo incrível, que mais nos fazia lembrar o da Disneyland, que nos trouxe as primeiras 12 badaladas do ano.




Foi assim. E foi lindo. Para o ano há mais, esperemos. Até lá, resta-vos agradecer o andarem desse lado. A rever as ruas do Porto, talvez a descobrir sítios novos, certamente a apaixonarem-se mais um bocadinho pela Invicta [...] nós já morremos de saudades. Amanhã voltamos ao Porto, desta vez em video, só para encerrar em grande este primeiro capítulo de 2017 (e último de 2016).

3 comentários

  1. Não é por ser do Porto, mas toos os posts da cidade estão lindos <3

    ResponderEliminar
  2. Olá Sara, gostei muito desta coleção de artigos sobre o Porto. As fotografias estão muito bonitas! O Porto é realmente uma cidade fantástica, cheia locais encantadores. Ao fim de semana não dispenso uma visita até lá, afinal é só atravessar a ponte pois estou mesmo aqui ao lado em Gaia :) Beijinhos *

    ResponderEliminar
  3. Fiquei completamente inlove pelas fotografias! E sermos turistas e aproveitar o que a vida nos dá, é do melhor! :)

    ResponderEliminar