Social icons

BRUNCH DECADENTE

03 dezembro 2016

O brunch que não é bem brunch... Mas que é muito delicioso e fica num espaço que, para mim, é um dos sítios em Lisboa que mais personalidade tem. Já vos tinha falado do The Decadente por aqui. Pois bem, voltámos até lá numa manhã de sábado como a de hoje, para conhecer a nova carta de brunch. Hoje partilhamos tudo convosco. Preparados?



O espaço mantinha-se como eu me lembrava, mas melhor ainda. Mais bonito. Sobretudo na zona da esplanada, que agora tem um balcão de bar bem giro e uma organização mais bem conseguida das mesas no exterior. De resto, todos os apontamentos e peças de decoração, saídas daqui e dali, que fazem deste um dos espaços mais carismáticos da cidade, continuavam iguais. Aliás, até podem espreitar este post aqui para ver em mais detalhe o espaço.





Já o brunch, esse, foi uma verdadeira descoberta — e surpresa! Não é o típico brunch, com a oferta tradicional. É uma refeição reforçada, que se serve de forma encadeada. 

o brunch decadente

Começa com uma variedade de pães e guarnições (manteiga de ervas, compota de fruta, queijo e fiambre), iogurte grego com fruta e cereais e bebidas — que, infelizmente, são frias; pedimos uma limonada e um chá frio. Espero que durante o inverno alarguem a oferta a um cappuccino quentinho ou um chá aromático.




Podemos dizer que este brunch está dividido em três momentos. Depois de iniciar a refeição de uma forma mais tradicional — com o pão e iogurte — passamos então para um prato quente, bastante substancial, se me permitem dizer. Experimentámos o Club Caco e o Salmão Vai Crú.




O primeiro é servido em bolo do caco, com frango grelhado, bacon crocante, queijo da ilha, alface, ovo e molho holandês. O segundo é um tártaro de salmão — delicioso — com cornichons, abacate, mostarda e bulgur com Legumes. Ambas as opções estavam muito boas, embora também me pareça que para um brunch de inverno devessem ser pratos confortavelmente mais quentes. Ainda assim...aquele tártaro estava divino!


O terceiro — e último — momento da refeição partilhada foi mesmo a panqueca, que nos chega à mesa em jeito de sobremesa. Também esta não é uma panqueca tradicional, mas tinha uma massa óptima, óptima. É uma panqueca densa de aveia e vem servida com Nutella, banana caramelizada e crumble de amêndoa. Conseguem imaginar combinação melhor?


O brunch é-nos explicado como sendo composto por entrada + prato + sumo e custa 13€ (opção de sobremesa acresce 3€). No nosso entender, apesar de não sermos nenhumas especialistas nessa Rota do Brunch, parece-nos que este não é — de todo — um brunch ordinário. É uma refeição "a sério", que nos conforta até ao jantar (provado e comprovado). 

Não é o típico brunch para que vai procurar "um pequeno-almoço de hotel" mas é a escolha perfeita para aqueles dias que começam de tarde e ainda se fazem sentir pesados pela noite anterior. Ou seja, aqueles sábados em que acordamos tardíssimo e não sabemos se tomamos pequeno-almoço ou almoçamos? Agora já sabem: vão ao brunch do The Decadente!


Rua de São Pedro de Alcântara, 81
Segunda a Domingo
Das 12h às 24h

Enviar um comentário