Social icons

TÁGIDE

16 novembro 2016

Wine & Tapas Bar. Ao contrário deste dia maravilhoso com que o Verão de São Martinho nos brindou hoje, o relato desta tarde revela um dia cinzento, que só mesmo um almoço no Tágide Wine & Tapas Bar é que o poderia tornar mais delicioso. Além do mais, a vista Lisboa é verdadeiramente incrível!


Este foi um almoço de meninas, um encontro simpático e um convite irresistível. Já há muito tempo que andava curiosa para conhecer o restaurante Tágide, ainda mais agora, que também temos o Tágide Wine & Tapas Bar.


Tágide 
Wine & Tapas Bar

Com um ambiente mais descontraído e informal, este espaço é uma verdadeira relíquia e apresenta uma vasta carta de vinhos, compilados numa garrafeira muito completa. O sistema é super interessante, já que o vinho a copo é servido por nós, que somos convidados a ir conhecer as várias opções. Seleccionamos o vinho da nossa preferência, colocamos o cartão para registar e, desta forma, podemos degustar vários tipos de vinho, conforme os petiscos que escolhermos.



Aqui servem-se petiscos vários, tradicionalmente portugueses mas com um toque especial do Chef. De segunda a sábado, até às 15h, os Menus de Almoço vão dos 9,50€ aos 12,50€. Às sextas à noite têm jazz ao vivo e aos sábados têm música dos anos 80 e 90. Portanto, têm todas as possibilidades e cenários perfeitos para combinar um encontro com os amigos, seja ao almoço ou ao jantar.




Pudemos experimentar algumas especialidades da casa; para a mesa vieram alguns petiscos para picar, como a saladinha de polvo, os peixinhos da horta com molho de lima, a salada de salmão fumado com manga e abacate ou a morcela beirã assada com esmagada de maçã e balsâmico.



Os croquetes de enchidos e a bola de carne são também dois petiscos imperdíveis, para os apreciadores de sabores apurados e tradições lusitanas. Depois de picarmos um ou outro petisco, de provarmos um bom copo de vinho e de pormos a conversa em dia, seguiram-se os pratos "com mais consistência", conforme nos indicam no menu.




Experimentámos o bacalhau confitado com puré de grão, o ensopado de borrego com capa de ervas e batata e o polvo à lagareiro com batata a murro. Todos os pratos estavam uma delícia, de verdade. Sabores genuínos, bons temperos e cozeduras no ponto.


Para fechar a refeição com chave de ouro, ainda provámos duas sobremesas deliciosas. O Leite Creme queimado da casa, com Mouscatel (o meu preferido!) e a mousse de dois chocolates com crumble.




Para além dos vários petiscos, do espaço acolhedor e do óptimo ambiente que se faz sentir, há um outro ponto-nota-dez para o Tágide: a vista. Uma vista incrível, sobre a colina do castelo, sobre o Tejo, sobre a Baixa. É uma varanda privilegiada sobre a cidade e isso é especial.


Se ainda não conhecem o espaço, convido-vos a fazerem-no. A minha sugestão seria combinarem um almoço descontraído entre amigos ou um final de tarde, numa sexta-feira, em jeito de "after work". Um bom petisco, um copo de vinho, uma vista linda e boa companhia. Haverá melhor maneira de iniciar o fim-de-semana?


Largo da Academia Nacional das Belas Artes, 20
Segunda a Sábado
Das 12h às 24h

1 comentário

  1. mais uma excelente apresentação de um espaço Lisboeta. Apetece logo lá ir a correr. Talvez em janeiro, no meu e no aniversário do marido, ambos nesse mês frio.

    ResponderEliminar