Social icons

ESTUFA FRIA

18 outubro 2016

E o refúgio na cidade. No coração de Lisboa, ali mesmo junto ao Marquês, esconde-se um pequeno refúgio na cidade. Por momentos esquecemo-nos que estamos entre prédios, no centro da agitação citadina, no meio do trânsito confuso e do compasso dos turistas. Aqui existe um sítio bonito, pouco visitado e verde. Muito verde.



Já não é a primeira vez que trazemos a sugestão deste espaço — falámos dele aqui. Mas a verdade é que, de vez em quando, damos por nós a querer ir lá. Para além da entrada ser super acessível (e aos domingos é mesmo gratuita) é um autêntico escape à cidade, à rotina e ao stress. Falo-vos pois, da Estufa Fria.




Estufa Fria

Considerado um dos espaços verdes mais amplos e importantes na cidade, a Estufa Fria é um verdadeiro museu vivo e mais; é um verdadeiro oásis em Lisboa, sendo um dos espaços mais aprazíveis para se estar. Constituída por três áreas distintas, podemos encontrar a Estufa FriaEstufa Quente Estufa Doce.





Considerado um dos espaços verdes mais amplos e importantes na cidade, a Estufa Fria é um verdadeiro museu vivo e mais; é um verdadeiro oásis em Lisboa, sendo um dos espaços mais aprazíveis para visitar — e para se estar.


Embora não pareça, a Estufa Fria de Lisboa tem uma área de 1,5 hectares. Construída em 1930, por Raul Carapinha. A área maior é mesmo a zona da estufa fria, onde a temperatura é apenas amenizada com um ripada de madeira. 


Já a estufa quente permite criar uma zona de maior calor e, desta forma, acolher outras espécies, mais exóticas, tropicais. A temperatura é alterada apenas pela utilização de vidro na estrutura, pois não há qualquer recurso a fórmulas artificiais para aumentar a temperatura. Aqui podemos encontrar espécies como o cafeeiro (Coffea sp.) ou a mangueira (Mangifera indica).






A estufa doce, tenho que confessar é a minha zona favorita. Tem vários tipos de cactos e suculentas, o que cria um efeito visual fascinante. Apetecia-me trazer tudo para casa! Além disso todo o recinto está ornamentado com várias pequenas cascatas, lagos e podemos encontrar ainda várias aves e peixes.


A Estufa Fria e Lisboa é um local que merece a vossa visita, caso ainda não conheçam. A entrada simples custa 3,10€ (jovens até aos 18 pagam 2,33€ e o estudante pagam 1,55€). Aos domingos e feriados a entrada é gratuita (até às 14h). É um sítio óptimo para irem com os maios novos ou até mesmo apenas acompanhados com um bom livro, que se podem demorar lá o tempo que quiserem. Já imaginaram? Ler o vosso livro preferido no meio de tantas árvores, flores e plantas bonitas, onde o ar é puro, onde não se ouve a agitação da cidade?

8 comentários

  1. Que fotografias lindas! Parece um sítio fantástico x

    www.thelisasworld.com

    ResponderEliminar
  2. É um refúgio, com certeza! :)
    Este teu post deixou-me com imensa vontade de lá ir, a última vez que a visitei foi há uns 5 anos. Não fazia ideia de que a entrada é gratuita aos domingos, tal como em alguns museus!
    E como plant-lady que sou, foram um regalo para os meus olhos estas fotografias! :)

    Beijinhos,
    --
    Sofia | Monochromatic Wave


    ResponderEliminar
  3. As fotografias estão fantásticas e fazem-nos viajar até lá.:)

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Estou sempre a chatear-me comigo mesma por causa desta Estufa! Ando há três anos para ir aí, mas deixo sempre que outros planos falem mais alto. As tuas fotografias falaram para mim: "olha só o que estás a perder!" ups.

    ResponderEliminar
  5. Gente, estou apaixonado por essa primeira foto,que cores incríveis ♥

    ResponderEliminar
  6. Que delícia de sítio. Quando for a Lisboa, não vou perder a oportunidade de conhecer.
    Bom fim de semana.
    lefashionaire.com

    ResponderEliminar