Social icons

EDP COOL JAZZ

26 julho 2016

Uma primeira experiência incrível. Quem me conhece sabe que adoro jazz e que é este o estilo musical que me acompanha na maior parte do tempo. Sempre estudei e trabalhei ao som da smooth fm (que foi a banda sonora do meu mestrado) e se me perguntarem, prefiro mil vezes ir beber um gin a um lugar agradável com jazz de fundo, do que me ir enfiar num bar ou discoteca onde não consigo falar e só se ouve puntz-puntz. Vocês entendem. Por isso, esta estreia no EDP Cool Jazz não podia ter sido melhor!





Jardins do Marquês de Pombal

Para começar, tenho que dizer que fiquei fascinada com o espaço do evento. Os Jardins do Marquês de Pombal ficam na vila de Oeiras, bem pertinho de mim e, curiosamente, ainda não os tinha visitado. Uma falha inqualificável, já que é um dos espaços mais bonitos do Concelho. Tem uma atmosfera romântica, barroca, palaciana. É muito bonito!


Creio que é, por isso, o cenário ideal para a realização deste festival de jazz. É a combinação perfeita. E tão bom quanto o próprio espaço ou a música, só mesmo os parceiros que marcam presença no evento.





O bairro no Cool Jazz

Entre outras propostas deliciosas (como o Santini, para sobremesa) estava a Van do Bairro, a servir os hamburgueres deliciosos da Hamburgueria do Bairro. Não há quem lhes resista e, por isso mesmo, era a van com mais procura de todas.




Se me acompanham por aqui, sabem que a minha relação com a Hamburgueria do Bairro é forte e tem sido constante nos últimos tempos. Posso garantir-vos que já provei todos os hamburgueres e, mesmo assim, continua-me a saber sempre tão bem um caco — o meu favorito! Eu e a minha irmã adorámos o jantar e foi o pontapé-de-saída perfeito para um serão inesquecível.




Como tínhamos tempo até ao início do concerto, resolvemos explorar um pouquinho melhor o recinto. Descobrimos recantos lindíssimos e percebemos que as intervenções no espaço e as novas instalações estavam muito bem projectadas. Encontrámos ainda vários corners divertidos — e deliciosos — como o da Coca-Cola, do Seagram's Gin, o das pipocas ou algodão doce (cortesia dos parceiros).




The Cinematic Orchestra

E esta foi, no fundo, a nossa motivação para irmos, eu e a minha irmã, ao EDP Cool Jazz no dia 17 de Julho. Estávamos desejosas de os ver ao vivo, já que os ouvimos há muito tempo e temos acompanhado com muito gosto o trabalho deles. O concerto foi absolutamente incrível — apesar de ter prefiro ouvir a minha música favorita deles (Home) na outra versão. Fora isso, foi tudo aquilo que imaginei!


Foi uma estreia maravilhosa, na melhor companhia, com um dos melhores concertos. Este ano, um ano em pleno no que a festivais de verão diz respeito (Sumol Summer Fest, NOS Alive, Super Bock Super Rock), foi um ano de grandes novidades, surpresas, mudanças e foi o ano em que prometi voltar ao EDP Cool Jazz, em Oeiras, na próxima edição. Agora partilhem tudo: a que festivais foram? Já alguma vez estiveram no EDP Cool Jazz?

2 comentários

  1. Eu já tinha imensa vontade de ir a este festival porque, tal como tu, adoro Jazz mas agora ainda tenho mais. O espaço onde o festival decorre parece lindo e o ambiente deve ser incrível. Talvez para o ano!

    Marli, do My Own Anatomy ☀

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito bonito mesmo, mas poderás sempre visitá-lo agora, mesmo sem festival :) ainda o consegues explorar melhor — vale a pena!

      Eliminar