Social icons

Taberna Manduka

09 abril 2016

Novidade na cidade. Foi uma noite de descobertas incríveis esta. Jantámos num sítio que é uma verdadeira pérola escondida na cidade e acabámos por dormir numa Guest House encantadora; mas sobre isso falaremos noutra altura. Hoje falamo-vos da Taberna Manduka, que abriu há pouco tempo e promete trazer para a mesa toda a tradição portuguesa — com um toque especial!



Taberna Manduka. Íamos com uma recomendação de quem percebe da coisa e garantiram-nos que não nos arrependeríamos de experimentar. E agora aqui, em confidência, posso dizer-vos que há muito tempo que não me sabia tão bem um jantar assim, de autênticos petiscos.



Aproveitando o espaço (e o nome) do antigo estabelecimento aqui existente, a Taberna Manduka conseguiu trazer um toque de modernidade e originalidade às paredes cobertas com os tradicionais azulejos e aos móveis antigos. E essa (re)adaptação deste espaço que tão bem demarca uma época está muitíssimo bem feita. É a aliança perfeita entre o antigo e novo, em presunções, num ambiente muito descontraído e familiar.


Aqui servem-se petiscos, sobretudo, e com toda a alma portuguesa. São sabores tradicionais, servidos de forma original e muito bem preparados. Queríamos experimentar um pouquinho de tudo, mas com uma oferta tão variada tivemos que eleger uns quantos, apenas. Para começar pedimos meio petisco de ovas de bacalhau (existem uma e meia dose e digo-vos que a meia dose, que ronda os 3€, dá perfeitamente para partilhar por duas pessoas) — e esta foi uma novidade para mim, que as provei receosa. Gostei muito, por incrível que pareça, pois sou um pouco suspeita neste campo e sempre achei que não ia gostar de ovas. Engano meu.


O melhor mesmo é partilhar!

De seguida vieram para mesa dois "senhores" croquetes (1,60€/cada) — e estes são, para mim, de longe, os melhores que já provei. Um de alheira e maçã, sublime, e um outro de morcela e ananás, que era uma especialidade. Também aqui partilhámos e provámos um pouquinho de cada. Aqui, na Taberna Manduka, o conceito de refeição vive muito da base da partilha e para mim, não há nada melhor!




Pedimos uma de gambas ao alho (8€) e — senhores! — há quanto tempo não comia umas gambas assim. Bem temperadas, picantes q.b. e muito saborosas. A patanisca de polvo (1,5€) também foi uma estreia e uma verdadeira surpresa, já que o polvo estava muito tenrinho.



Por esta altura já bem muito bem aconchegada, mas o Miguel perguntou e eu alinhei; pedimos umas pork ribs com molho de barbecue (7€) e umas batatinhas rústicas (2€) a acompanhar com molho de alho e ervas.



A noite ia longa, a conversa parecia não findar, o vinho era bom e a companhia também, por isso acabámos por pedir duas sobremesas, que remataram a sobremesa de forma magistral. Um pudim abade de priscos com espuma de lima e o doce da casa. Ambos eram de comer e chorar por mais!


Tradicionalmente bom!

Muita pena tive eu de não ter experimentados os outros croquetes e o mexilhão à espanhola (mas advertiram-nos logo que o mexilhão andava muito miúdo e que por isso optaram por não servir; é esperar que ele fique maiorzinho e voltamos lá em dois tempos!). No fundo aquilo que me agradou muito na Taberna Manduka é que, sendo um espaço tradicional num primeiro olhar, a verdade é que é um sítio onde — efectivamente — se come muito bem e boa comida portuguesa, como há muito não comia!


Estamos a chegar a uma altura em que nos apetece fugir da confusão do centro de Lisboa (por centro entenda-se Baixa, Chiado, Bairro Alto) e apetece-nos escapar da azáfama e do buzz todo que envolve os espaços que vão abrindo por lá, quase todos os meses. A Taberna Manduka é um sítio óptimo, com preços fantásticos e uma cozinha muito saborosa. Fica em Lisboa, é certo (e não é fácil estacionar por lá, verdade seja dita) mas sentimo-nos em casa, comemos bem e saímos de lá de sorriso no rosto e vontade de voltar. 


Parece-nos um sítio óptimo para uma patuscada com os amigos e é um espaço muito bom para jantares de grupo. Afinal de contas, comer (muito) bem por um preço (muito) simpático é sempre uma boa alternativa, não é verdade? Garanto-vos que não se vão arrepender de passar por lá uma noite destas.

Avenida Óscar Monteiro Torres, 54A
Terça a Quinta das 12h às 24h
Sexta e Sábado das 12h às 02h

4 comentários

  1. Confesso que me fiquei a babar pelas ovas, ora não fosse eu uma autêntica fanática por este petisco, sejam elas de salmão ou bacalhau! Mas a patanisca e os croquetes também me ficaram debaixo de olho. Quem sabe numa próxima visita a Lisboa não acabe perdida nos petiscos desta Taberna. :)

    Beijinhos ❤

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Patrícia, são mesmo incríveis os petiscos! Para quem gosta de comer bem e pagar pouco, a Taberna Manduka é "O" sítio certo :)

      Eliminar