Social icons

oh, dezembro

01 dezembro 2015

O meu mês favorito. Em paralelo com Agosto, o mês do meu aniversário, Dezembro é um dos meses mais bonitos do ano. E é — de longe — o mês mais vivido aqui em casa. Desde os preparativos, prendas e embrulhos, passando pela decoração, consoada e família reunida, todos os detalhes contam e todos os pretextos são sagrados para reunir os amigos à volta de uma mesa cheia. E vocês sabem como gosto de mesas cheias; cheias de coisas boas, de conversas animadas, alegres gargalhadas. 

E se deveria ser sempre assim, todo o ano, a verdade é que no Natal nos obrigamos a acalmar, a parar; parar para dar graças de tudo o que temos, do amor que conhecemos, das histórias que vivemos. Parar para pensar no ano que passou, olhar com esperança para aquele que ainda não chegou, parar para dar um pouquinho de nós àqueles que normalmente (e infelizmente) estão sós. Por isso hoje, peço que parem um instante e fiquem a conhecer uma iniciativa muito bonita. Já pensaram ser o Pai Natal Solidário de algum menino ou menina?

(via CTT)

Pai Natal Solidário. Este é o mote que dá origem à campanha de Natal, promovida pelos CTT, que nos desafia a sermos o Pai Natal em quem uma criança carenciada ou em risco sempre acreditou. Em tempos conturbados, urge a necessidade de sermos um pouquinho mais e melhor. É preciso olhar para além daquilo que nos rodeia e obrigar-nos a parar (lá está!) e a pensar que há muito que podemos fazer para trazer alegria a alguém e que esse muito, às vezes, é apenas um pouco de tempo ou dedicação.

(via CTT)

Esta é uma ideia que tem tanto de maravilhosa como de simples. Afinal, as coisas boas e gestos bonitos são normalmente bastante simples e despojados de artifícios. Os CTT recolheram uma série de cartas endereçadas ao Pai Natal, de meninos e meninas até aos 12 anos de idade, com alguns dos seus desejos. Estas cartas serão entregues pelas responsáveis pelas várias instituições e serão publicadas no site oficial para que alguém possa ser o Pai Natal Solidário de um menino ou menina.

Um pouco de tempo e dedicação é tudo o que este Pai Natal Solidário vos pede. Alguns minutos da vossa atenção para espreitar o site e conhecer o projecto e um pouco de dedicação para apadrinharem uma (ou mais) carta(s) disponibilizadas no site. Nós cá em casa já apadrinhámos uma carta que nos derreteu o coração. O Miguel também gostou tanto da ideia que levou a iniciativa lá para casa e também eles vão ser o Pai Natal Solidário de algum menino ou menina.
(via CTT)

Para começar bem este mês de Dezembro, convido-vos a espreitar o site e o facebook do Pai Natal Solidário e a inspirarem-se, como eu. Pequenos gestos, como este, trazem grandes sorrisos. E isso é o melhor que podemos receber no Natal, não concordam? 

Dezembro, sê bem-vindo. E que tragas contigo todo o amor e aconchego desta quadra que tanto gostamos.

6 comentários

  1. Oh que ideia genial! Tenho imensa pena que não existam iniciativas destas ao longo do ano. Claro que e no natal que estas crianças mais sentem a ausência da família mas gestos bonitos deveriam ser 12 meses por ano. Só o facto de irmos fazer uma visita de duas horas uma vez por semana numa instituição faz estas crianças tão mas tão felizes.

    Grata pela partilha! *

    ResponderEliminar
  2. Admito que não conhecia o projecto mas vou já dar uma vista e olhos e espero conseguir encontrar uma carta que consiga apadrinhar.

    Marta Rodrigues, Majestic
    Passatempo! Palette Cocoa Blend da Zoeva!

    ResponderEliminar
  3. Não é o meu mês favorito em todo o ano, mas é o meu mês de Inverno favorito. Tudo por causa do Natal, claro! Adoro esta época e fico em pulgas para a noite da consoada, tal como uma criança (embora disfarce). :P

    E sim, ando a pensar em ser um Pai Natal solidário com um grupinho, para podermos corresponder melhor às expectativas da criança que escreveu a carta. É uma iniciativa tão, mas tão bonita! :)*

    Joan of July

    ResponderEliminar
  4. Não tenho vivido muito o Natal nos anos recentes, mas estou a esforçar-me por ir contra essa corrente este ano. Obrigada pela partilha da iniciativa solidária, confesso que não conhecia.

    Perdida em Combate

    ResponderEliminar
  5. Tão bonito! Vou sem dúvida investigar isto e envolver a malta cá de casa - e nós sabemos como sabe bem ser feliz no Natal...e muitas vezes é preciso tão pouco!

    Jiji

    ResponderEliminar
  6. Tenho o mesmo sentimento em relação a esta época, MAS, com uma pequena alteração. O meu mês favorito, em paralelo com Setembro. =))

    Dezembro é mesmo o mês mais bonito do ano e esta é a minha contagem decrescente favorita (entretanto, veio-me à cabeça a contagem decrescente para as naifadas que vou dar ao meu cabelinho, MAS NÃO QUERO PENSAR NIIIIISSOOOOOO).
    Quanto ao Pai Natal Solidário, acho a ideia fantástica e vou já saber disso.

    P.S.: Já sabes que o maior Pai Natal do mundo está na minha cidade? :D Tens de vir até cá fazer um passeio =))

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar