Social icons

Snapchat

26 outubro 2015
[via pinterest]

Rendi-me. E a culpa é da Helena. Mas já lá vamos. Numa altura em que a probabilidade do ciclo de vida da aplicação snapchat estar a chegar ao fim, rendi-me. Sou sempre assim. Fiel ao tradicional, relutante em experimentar e tendencialmente crítica, durante muito tempo. Sempre critiquei — entre amigos — o snapchat e conotava-lhe muitas vezes o título de "rídiculo". Mas depois percebi: não é o snapchat que é ridículo. São algumas pessoas que o usam. E por isso, no fim-de-semana, a Helena conseguiu fazer-me criar uma conta e perceber as potenciais maravilhas desta aplicação. Explico tudo de seguida.

A minha irmã já é adepta há muito tempo e sempre que eu podia deitava um olhinho na app através do telemóvel dela. Ainda me tentou convencer a criar conta mas tudo o que via no snapchat era um acesso fácil e descarado à vida dos outros, um voyeurismo tremendo, sem graça nenhuma. 

[via pinterest]

Na semana passada estive com a linda Helena do The Styland e entre fotografar e registar tudo, fiquei encarregue de ir actualizando o snapchat dela e da Martinha, do blog Marcas Por Amor (se não seguem têm mesmo que seguir: elas_girls). Dei por mim a divertir-me em partilhar os melhores momentos da tarde e lá me decidi a ceder à pressão do snap. 

Admito que estava absurdamente chateada porque a conta saracabido já estava a ser utilizada. Sou saracabido no Facebook, saracabido no Zomato, saracabido no Instagram, saracabido no Pinterest — e não ia ser saracabido no Snapchat? Não fui. E não sou. Mas não me impedi mais por causa disso. Sou sarascabido — "s" de Santos com muito orgulho.

[via pinterest]

Porquê que me rendi? Porque percebi que o snap serviria como uma ferramenta rápida de partilha, ainda que temporária (continuo a não gostar deste factor — não gosto de coisas efémeras). Ao contrário do instagram, onde gosto de manter uma certa coerência nas publicações para que resulte numa grelha bonita e inspiradora, sei que aqui no snap poderei partilhar muito mais daquilo que gosto, mesmo que seja perfeitamente random e non-sense. Ao contrário do instagram, onde gosto que as fotografias espelhem o cuidado do carinho que dou ao detalhe, no snapchat sei que poderei partilhar as arrumações desarrumadas do quarto, o estado da secretária no momento ou aqueles muffins que não correram tão bem. Sei que me vou divertir. E sei que me vou divertir ainda mais com os vossos snaps!

O que não irão ver por lá (para já)? Para começar: odeio a minha voz. Duvido que a venham a conhecer tão cedo. Mas tenho por filosofia dizer "nunca digas nunca, Sara" por isso (quem sabe?) pode ser que ainda a venham a ouvir por aí. Neste sentido, videos com a minha cara também não deverão vir incluídos no cardápio. Pouco à vontade com câmaras, uma falha gigante na arte da selfie e por aí fora.

O que podem contar encontrar? Comida. Roupa. Decoração. Comida, já referi? Muitos restaurantes, bons e maus, situações caricatas, momentos inesperados, sempre inspirados. Estou a sentir que será o go with the flow.
Agora preciso de contas para seguir. Dêem-me sugestões e digam-me como vos posso encontrar no snap, caso também andem por lá.

19 comentários

  1. Eu não alinhei. Já dei duas oportunidades e não gostei da app por isso não aderi :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos ver. Comecei hoje a usar e já me ri algumas vezes com algumas snaps que vi por lá. Vou dar uma chance. Se não gostar, bye-bye! :)

      Eliminar
  2. Confesso que com o passar do tempo tenho achado menos piada ao snapchat.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério Ísis? Conta-me: porquê? Eu acabei de criar conta, por isso não sei como me basear.
      Beijinho grande

      Eliminar
  3. Por acaso ainda nem sequer fui ver qual a grande hype em relação à app mas fica a promessa, caso me renda, sigo-te logo ahah.

    Marta Rodrigues, Majestic

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu só me "rendi" — por assim dizer — precisamente por ter experimentado no snap da Helena. E até me diverti, confesso :)

      Eliminar
  4. Como não sabia se irias regressa para ver a resposta no meu blog, aqui tens o que escrevi ahah:

    Esta máscara, pelo que tenho lido, dá aso a opiniões em polares. Na minha experiência vou dizer que sim, tanto que já vou na terceira embalagem. Contudo não posso garantir que funcione contigo.
    Posso dar-te apenas uma dica em relação ao travel size seco: mete água a ferver num copo e mete a parte que contém o produto dentro da água durante um minuto, muito bem fechadinho (tenta evitar cobrir esta parte para não entrar água). Isto deve fazer com que fique novamente como novo e assim podes experimentar novamente para ver se realmente gostas.
    Outra coisa que podes fazer é pedir numa Sephora ou na Benefit do Chiado para te aplicarem a máscara e vês como fica. Pede apenas para aplicares tu mesma porque assim sabes se corre tudo bem consoante a técnica que usas no dia-a-dia (porque, sejamos sinceras, tudo fica melhor quando é feito por uma profissional.)
    Vou só acrescentar que, geralmente, quem não gosta da They're Real adora a Roller Lash, mas como ainda não experimentei não posso dizer nada sobre isso ahah.´
    Espero ter ajudado! xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão querida, Marta! Obrigada :)

      Adorei a resposta e as sugestões e vou mesmo seguir o teu conselho de ir à loja aplicar. E depois, sem falta!, fazer o truque da água quente! Um beijnho*

      Eliminar
  5. eu rendi-me ao snap há dois dias, também tinha todas as dúvidas que tinhas mas olha acabei por experimentar e até estou a gostar, continuo a preferir o instagram para marcar momentos que não quero mesmo esquecer mas acho o snap interessante como ferramenta do imediato. Segue-me por lá: va.duarte. Vou seguir-te tambem❤️

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem bom Vânia :) já te estou a acompanhar por lá!

      Eliminar
  6. Demorei um bom bocado a aceitar o snapchat. Achava a app inútil, difícil de usar e chata. Mas com o tempo e com os updates que foram aparecendo, fiquei rendida. Acho-o especialmente inspirador por
    conseguirmos perceber, dr uma outra perspetiva, as pessoas que já acompanhávamos, quer pelo blog, quer na vida.

    O meu é: thatinesvivas
    Have fun!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu ainda estou nessa fase de habituação! Ainda não me oriento bem por lá mas acho que é como em tudo, uma questão de hábito!

      Vou seguir-te Inesinha :)

      Eliminar
  7. Também não alinhei. Dei duas chances e não me adaptei à app. :|
    Mas ainda bem que estás a gostar :)

    http://deixa-me-contar-te.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos ver como corre a experiência. Vai na volta e nem me adapto a estas tecnologias e volto a estar cingida ao meu adorado IG :)

      Eliminar
  8. Ai Sara, há coisas mesmo estranhas! Estava neste preciso momento a descarregar o Snapchat e a ver o Bloglovin no PC quando vi este teu post.

    Pois é, eu também lhe vou dar uma hipótese! Não sei se farei algo por lá ou se irei registar-me apenas como seguidora, até porque - como tu - não sou adepta de coisas efémeras. Mas vamos ver. :)

    E para que conste, eu gosto da tua voz! Mas compreendo que não gostes, porque ninguém gosta da sua própria voz gravada. Eu também não gosto da minha, mas sei que os outros tão mal dela quanto eu. :) *

    Joan of July

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Catarina linda, há coisas engraçadas mesmo! :) já tomei a liberdade de te acompanhar por lá — estou como tu: ainda vou permanecer muito observadora, embora já tenha começado a partilhar algumas coisinhas!

      Um beijinho enorme e a tua voz é linda!

      Eliminar
  9. Como tu, também demorei algum tempo a cair na cantiga, e até tive de instalar a app algumas vezes porque não me cativava, agora uso-o para seguir as minhas bloggers preferidas. Já te sigo! Beijinhos

    ResponderEliminar