Social icons

OH, PARIS #2

28 setembro 2015

Frenchie to Go. Foi, literalmente, a nossa primeira paragem (a sério) em Paris. Depois de fazermos o check in e antes de partirmos na aventura do nosso primeiro dia na cité de l'amour, resolvemos almoçar num dos espaços mais engraçados e pequeninos de sempre. Já o tinha andado a namorar deste que li (e reli) o Paris Guided by Cereal. Afinal, não é a "troco de nada" que o Frenchie to Go é logo a primeira sugestão. Assim que vi aqueles detalhes maravilhosos e li a descrição do espaço sabia que tinha que ir lá, na ânsia de registar os detalhes de forma tão bonita. Acabou por ser tarefa difícil, já que o espaço é mesmo mignon e estava cheio. Mas valeu (tanto) a pena. Curiosos?


Não teve muito que enganar no trajecto (mas valeu-nos o nosso amigo google maps!); saímos na estação de metro com o nome mais estranho de pronunciar — Réaumur Sébastopol — e depois foi apenas preciso fazer um pouquinho da Rue Réaumur até cruzar com a Rue des Petites Carreaux. Esta não seria a estação de metro mais perto, mas foi a mais prática (para evitar mudar tanto de linha). E chegámos por fim. E estávamos felizes. E esfomeados.


Deveriam ser umas duas e meia da tarde. Apesar de termos feito o check in pouco depois da uma, a verdade é que o tentar perceber a rede de metro (e de transportes, no geral) de Paris foi um autêntico quebra-cabeças. Mas deixaremos esse tópico para o artigo de dicas e sugestões.


Nunca pensámos — na nossa ingenuidade — que o espaço fosse tão concorrido. Mas rapidamente percebemos o porquê de todo o buzz. Um espaço giríssimo, acolhedor, com sugestões apetitosas, muita simpatia e caras bonitas.


Destino ou sorte (não sei) conseguimos um lugar que acabara de vagar assim que entrámos. A mesa não era grande, mas a nossa vontade de conhecer o Reuben sim. Afinal, tínhamos reparado logo nos cartões de visita e ficámos muito curiosos.


Este é o Reuben. Ou melhor, esta. A mais deliciosa, saborosa e bem servida sandwich que alguma vez já provei. Mas vamos por partes. Assim que conseguimos uma mesinha à janela, olhámos à nossa volta. Primeiro para observar o espaço que, ainda pequeno, tinha tanto que ver. Depois para espreitar, ao jeito curioso do bom português, os pratos que iam chegando às mesas vizinhas. Percebemos rapidamente que as doses vinham muito bem servidas e que aquele chá frio caseiro devia ser de chorar por mais!

  
Bem dito, bem feito. Para à mesa pedimos, num francês meio tímido e engraçado, duas Reubens (12€ cada), dois hotdogs (8€ cada), uma de frites (4€), outra de french fries (4€) dois chás gelados (2€ cada, mas não estou certa), uma coca-cola (3€ mas, mais uma vez, sem certeza) e duas cervejas artesanais (8€ cada — há mesmo quem goste de cerveja, não é Miguel?).


O serviço foi super rápido, feito com pré-pagamento e, acima de tudo, muito atencioso. O pedido chegou em pouco tempo e ainda bem; estávamos desejosos de conhecer o Reubens e cheios de fome. O chá gelado era uma maravilha, deliciosamente adocicado e equilibrado! 


Também ficámos derretidos pelos hotdogs. Bem temperados, com gostinho a especiarias e aquelas batatas [...] nem vos sei precisar quais as minhas favoritas. Se as frites, cortadas mais grosseiramente, ou as french fries, finas e estaladiças. Eram ambas deliciosas e melhor ainda só mesmo o molho que as acompanhava. Duas doses de batata foi o suficiente para quatro.


Como o espaço era pequenino e o pouco espaço estava absolutamente lotado, foi difícil fotografar o interior. Mas deixo-vos com estes registos gulosos (e saudosos) na esperança que vos tenha aguçado a curiosidade e a vontade de irem a Paris (mais que não seja para conhecer o Frenchie to Go!).


Voltaremos amanhã a Paris. Queremos levar-vos até Versalhes e partilhar connvosco todos os detalhes bonitos do segundo dia da viagem. Fiquem desse lado.

Un bisou...

11 comentários

  1. esse restaurante é very american hhehe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hihi é mais "très américain" mas sim, verdade. Também das especialidades francesas que tinha em mente, não consegui comer nada desta vez. Nem macarrons, nem eclairs, nem nada *snif*

      Eliminar
  2. Paris é daqueles lugares que não me importava nadinha de voltar vezes sem conta!
    Adoro as tuas fotos =)

    Um beijinho e boa semana *

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai Gatinha, tenho que voltar muito em breve!

      Eliminar
  3. Fotografias fantásticas e (que fome!!) ;) *

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Bunyssa, sempre com palavras que me aconchegam! Obrigada*

      Eliminar
  5. Essa sandes tem um aspecto absolutamente divinal! Deixou-me com fome (e com vontade de ir a Paris experimentar uma) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vale a pena, numa ida a Paris, conhecer este espaço :) um beijinho grande*

      Eliminar
  6. Gostei bastante do que deu para ver do espaço e as vossas escolhas têm um aspecto delicioso! Só pelas fotografias fiquei com muita vontade de experimentar um Reuben! :)

    ResponderEliminar