Social icons

vamos a londres #3

18 fevereiro 2015

E temos uma mala para preparar! Depois de decidido o hotel e de uma preparação prévia do nosso roteiro de quatro dias pela cidade, está na hora de começar a pensar no que levar dentro da mala. A seguir à escolha do hotel, esta é — de longe! — a tarefa mais complicada. No que toca ao ser selectiva na roupa (aqui me confesso) não sou um exemplo a seguir. Mas vou tentar mostrar-vos como listei os meus essenciais para levar e espero (muito, muito!) que me possam dar algumas dicas ou lembrar-me de alguma coisa que me possa ter esquecido!


Viajar de inverno. Ora aqui está uma coisa, que para, mim também é novidade; sempre viajei de verão. Vou a Londres em Fevereiro que é a altura, segundo pude apurar, mais fria. Viajei sempre com uns shorts e tshirts, uns all stars nos pés e ala que se faz tarde. Agora sei que vou ter que viajar com uma mala cheia de mantas e cachecóis, malhas quentinhas, gorros e luvas, muitas meias, camadas e camadas de roupa. Mas (e, novamente, há sempre um mas) temos algumas limitações impostas relativamente à mala.

Uma vez que voamos com a RyanAir (porque poupamos, efectivamente, muitos euros) as limitações impostas à bagagem de mão (já não os pouparíamos — os euros, digo — se quiséssemos levar bagagem de porão) são, por exemplo, uma mala com 55x40x20 cm e com o máximo de 10kg. Um thumbs up para a companhia Irlandesa que nos permite levar uma outra malinha de mão, ao contrário da easyjet que nos cinge a uma única mala (com os limites anteriormente discriminados). 



a mala
Não tinha nenhuma mala de cabine cá por casa, então a minha Joaninha tinha uma da Samsonite que me podia emprestar. Mas depois pensei: ora bem, comprar uma Samsonite agora, está um bocadinho fora do meu budget. Talvez numa próxima. Compraria uma outra agora para levarVi uma bem gira na Parfois, por 60€. Depois vi outra, igualmente gira, na Primark por 24€! Pareceram-me muito semelhantes, em termos de qualidade e resistência. Pela diferença no preço, optei pela segunda. Fui alertada, no entanto, pelo meu Miguel, que fez questão de frisar que a mala não duraria nem uma hora no chão. A ver vamos! Logo vos direi se "no poupar está o ganho" ou se às vezes "o barato sai caro"



os essenciais
No meu caderno de viagem*, começo a listar alguns artigos que me vêm à ideia. Os mais importantes, deduzo. As libras e os documentos, o telemóvel e o Ipad, a Nikon e a Fujifilm Instax Mini 8 — e respectivos carregadores. Por falar em carregadores, não nos podemos esquecer do adaptador de tomada. 

Não sou organizada, pelo contrário!, sou muito despistada e da última vez que viajei, para Madrid, esqueci-me do telemóvel em casa. Compreendem agora a minha necessidade de fazer estas listinhas?



Depois anoto aqueles essenciais que têm mesmo que me acompanhar: Ben-U-Ron, palmilhas, pensos rápidos e pensos para as (possíveis) bolhas nos pés — sei que vamos andar muito(oooo)— lenços de papel, toalhitas refrescantes, creme de mãos, batom do cieiro e sérum para os lábios — que também sei que vai estar muito(oooo) frio! 



Após ter confirmado todos estes essenciais, preparo a necessaire: toalhitas desmaquilhantes (as melhores amigas de qualquer viagem!), desodorizante, pasta e escova de dentes, creme hidratante, creme de cabelo (pente e escova também!), conjunto de banho da The Body Shop, "O" kit de bestsellers da Benefit (com os essenciais em ponto pequeno) e quase todas as amostras que encontrar cá por casa.



Aqui está uma ocasião perfeita para dar o melhor uso a todas as amostras e amostrinhas que vou acumulando por aqui. Como temos a restrição de levar os líquidos em recipientes de 100ml e não podemos ultrapassar 1l, levar amostras de shampoo, de creme de rosto, de gel de limpeza, entre outros, são sempre uma boa opção. 



Amanhã, dentro da rúbrica #QuintadeCuidados, partilharei em mais detalhe os musts que irão viajar comigo, incluindo algumas novidades!

8 comentários

  1. Não leve libras (só se já as tiver, claro)!
    Pague com cartão, sempre que puder, e levante dinheiro lá nas ATMs. Esqueça as lojas de câmbio! ;)

    beijinhos,
    viagemdoceviagem.blogspot.com | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ia fazer o mesmo comentário ;)
      Essa é sempre a melhor opção em termos de câmbio, mesmo com as taxas.

      Eliminar
  2. Quando fui a Londres fui em Abril e apanhámos neve. Mas aprendi uma lição para a vida no que toca a roupas: nada de golas altas ou malhas muito quentes. Quando se entra numa loja em Londres ou num museu ou num café ou no quer que seja é tudo muito quentinho. Mas mesmo MUITO quentinho! Dá vontade de tirar a roupa toda e ficar de manga curta. Portanto acho que te devias reger pela regra das camadas em vez de malhas muito fortes. Gorro, cachecol, luvas e um casaco mais forte é aconselhável. Espalha o dinheiro por bolsos que tenhas.

    Ju
    corsemfim.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Tira o cartão de saúde europeu. Não o vais utilizar (claro que não!) mas é sempre bom ter um plano para o caso de haver acidentes. É gratuito e se pedires na loja do cidadão dão-te um certificado que podes usar enquanto o teu cartão não chega a casa :)

    ResponderEliminar
  4. Quando fui a Lisboa - Oh, cidade linda(aaa)! - levei tantos gadgets que não usei nem metade. Penso que os vossos dois telemóveis e uma boa maquina fotográfica seja mais do que o suficiente, Sara :) Por vezes quanto mais levamos menos utilizamos. Espero que se divirtam :)

    Andreia,
    http://pontofinalparagrafos.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Gosto muito da tua malinha, espero que dure! :)
    As minhas nas viagens da SATA enquanto estava no continente, sofriam muito, mas também iam era no porão! lol ;)

    Isa M., Tic Tac Living

    ResponderEliminar
  6. Sarinha, tenho adorado esta tua sequência de posts :) não que tenha viagem agendada para Londres, mas assim que tiver, estes posts vão ser-me muito úteis :) bom trabalho! *

    ResponderEliminar
  7. A tua mala parece ser linda, adoro a cor. Como também não me posso dar ao luxo de comprar uma da Samsonite, tenho comprado as minhas malas de viagem na Paco Martinez. Compro na altura dos saldos e promoções. Consigo sempre bons preços e têm 2 anos de garantia. Aconselho vivamente!

    ResponderEliminar