Social icons

be my valentine #6

13 fevereiro 2015

Pequenas sugestões para o vosso Dia de São Valentim. Para incrementar um pouquinho esta série enamorada do #BeMyValentine, e porque me pediram algumas luzinhas sobre este assunto, especialmente a Andreia do Ponto Final Parágrafos (que vem passar o dia dos namorados a Lisboa) resolvi fazer um pequeno apanhado, com base nas minhas experiências pessoais — embora tenha em mente muitos outros sítios que gostava de já ter experimentado para vos sugerir — resolvi cingir-me àqueles sítios onde fui, gostei e partilhei. 

No artigo de hoje podem encontrar várias sugestões como onde ir, onde comer e onde dormir? Em Lisboa, em Sintra e no Porto. Curiosos?

Não deixem de espreitar as ligações que aparecem ao longo do texto, para verem mais detalhes!
Aviso: vai haver todo um scroll down por aqui. Para os mais corajosos ou curiosos, boa sorte!


Onde ir?
Em Lisboa há sempre qualquer coisa de diferente, de especial, de novidade. Há sempre tanto para ver e fazer [...] difícil, realmente, é escolher por onde começar e onde acabar. Os sítios que mais gosto, para serem cenário de passeio: 


Baixa Lisboa tem uns recantos, cheios de encantos e uns miradouros com vistas lindas. E não precisam de gastar dinheiro para se divertirem por aqui. Há jardins, coretos, museus de entrada gratuita (Mude, por exemplo), livrarias, lojas típicas, ruas cheias de vida e animação.

LxFactory um dos meus locais de eleição; tem de tudo um pouco e o conceito do diferente e alternativo fazem justiça ao espaço. Tem bons restaurantes, diversificados (têm hamburgueria, pizzaria, sushi, petiscos...) com amplos espaços e áreas ao ar livre muito agradáveis. Tem também uma livraria onde se faz questão de se Ler Devagar, linda, com um dos melhores bolos de Lisboa — o Bolo da Marta. Se quiserem aproveitar também, provem o (para mim) Melhor Bolo de Chocolate do Mundo — o Landeau. É divino!

Belém é um dos locais mais bonitos, que acompanha o percurso do Tejo. Tem jardins maravilhosos, solarengos, ideais para passear. Tem o CCB e Museu de Electricidade, ambos de entrada gratuita, ambos merecedores de uma visita. Tem esplanadas beira rio, muito agradáveis e tem uma luz única, apaixonada! E se andarem um bocadinho mais para lá, vão ter ao Champalimaud - Centre for the Unknown  que tem, de longe, os melhores finais de tarde de sempre. Muito romântico!


Onde comer?
Essa é outra aventura, no que toca a decidir onde comer. Há tantos sítios, tão giros e especiais, que só nos apetece ir a todos. Mas, porque é Dia dos Namorados, vou-vos sugerir os que considero mais especiais:

Pequeno Almoço esse terá que ser, sem dúvida, na recém inaugura Leitaria Lisboa. Digo-vos que nunca gostaram tanto de uns bigodinhos de leite e não se vão arrepender. Já que é fim de semana, fiquem mais um pouco, para um brunch.

Almoço de sábado, descontraído, para dar continuidade ao passeio. Que pode ser no To B., mesmo no coração do Chiado, que serve uns hamburgueres do outro mundo! Também poderiam ir ao The Decadente que tem um ambiente giríssimo, junto do miradouro S.Pedro de Alcântara.

Depois de Almoço vai sempre bem um chocolate quente ou um geladinho ou ainda uma cerveja num espaço delicioso, onde os vossos apaixonados podem cortar o cabelo?

Jantar é talvez a refeição mais especial do dia. Um jantar tranquilo, que antece um serão apaixonado e dedicado. Pretende-se um ambiente relaxante, romântico, à média luz. Por isso, as minhas sugestões passam pelo Volver by Chakall (perfeito para a ocasião, sem dúvida), o Le Petit Café (um pequeno bistrô com jazz ao vivo, delicioso, junto da Sé) ou, para os mais audazes, um jantar no Moules&Beer de Campo de Ourique (que são maravilhosos e vos vão surpreender, tenho a certeza!).

Depois de Jantar é a altura perfeita para começar o final da noite. Um cocktail no Pavilhão Chinês, um licor na Matiz Pombalina ou um café no Park

Onde dormir?
Talvez por morar em Lisboa, confesso que nunca passei uma noite (fora de casa, ou seja, num hotel) em Lisboa. No entanto, partilhem comigo algumas sugestões para uma próxima. Quem sabe me aventure?


Onde ir?
Sintra para mim é a vila mais romântica! Tem um ambiente mágico e uma atmosfera única. É a luz, o verde da folhagem, a aragem fresca, a brisa da serra. É o cheirinho a travesseiros e açúcar, a calçada tosca, ideal para passear de mãos dadas. Sintra, para mim, é o ambiente perfeito para um dia como estes! E têm tanto que ver, tanto por escolher: têm o Palácio da Vila, Monserrate, a Quinta da Regaleira  e o (meu preferido!) Palácio da Pena. Não são atracções de entrada gratuita mas num dia como este, um miminho cultural é um bom investimento. Têm, no entanto, outras opções gratuitas como parques, jardins e toda uma serra para explorar.


Onde comer?
Embora não conheça muita coisa em Sintra, a verdade é que, do pouco que conheço, recomendo tudo! Mais uma vez, sente-se aquele brilho, aquele charme de Sintra.

Almoço  Se rumarem a Sintra por altura do almoço, sugeria que o fizessem pela estrada do Guincho. Serve de passeio e tem uma vista absolutamente estonteante. Façam uma paragem para petiscar e tomar uma margarita (ou qualquer outra coisa deliciosa) no Moinho D. Quixote. É um espaço muito bem escondido, no meio da serra, com uma vista de perder de vista. Óptimo ambiente, com um toque de spicy. Perfeito!

Depois de Almoço só para adoçar, uma queijada ou um travesseiro. Os da Natália, claro! Não é o típico tradicional de sintra e por isso foge ao turístico. Mas garanto-vos: tem as melhores queijadas e os melhores travesseiros!

Jantar não vos podia não recomendar o Colares Velho. Fica em Colares, é certo. Mas a distância é muito curta, vão em passeio e o ambiente é maravilhoso. A comida é muito saborosa, bem confeccionada. O atendimento personalizado só condiz com o charme do espaço, muito bem decorado, à média luz, com música ambiente. Uma delícia!

Depois de Jantar porque não conhecer um espaço novo, diferente do habitual, fora do comum? Um espaço que parece retirado de um conto de fadas, em forma de pub medieval — Causa do Fauno. É descontraído e o atendimento é muito familiar e confortável. E tem um hidromel que beber...e chorar por mais! Ah, no dia dos namorados terão um concerto de harpa. Não é tão Romeu e Julieta?


Onde dormir?
Só pode ser no Oh Casa Sintra. É a casa mais bonita da Vila! Com uma traça e arquitectura tipicamente Sintrense, esta casa leva-nos para qualquer história de outrora, onde somos príncipes e princesas por uma noite. Tudo ali é mágico. É como Sintra! Os quartos mantém o registo de antigamente, mas com todo o conforte de agora. A verde folhagem que envolve a casa faz-nos esquecer da confusão que há lá fora. E o pequeno almoço (oh, o pequeno almoço!) é simplesmente perfeito!


Onde ir?
Oh, Porto. A minha eterna paixão. Que cresce forte, cresce tanto. Onde ir no Porto? Tenho uma lista infinita de sítios a conhecer e espero  fazê-lo muito em breve. Mas, como havia dito, este é um post sobre as minhas experiências pessoais. Passear no Porto é só perfeito. Calcorrear as ruas e ruelas, admirar as casas e casinhas. Descer até à Ribeira, não sem antes passar pelo Mercado. Dos sítios que mais gostei? Serralves e a Casa da Música, claro, mas ainda me fascinei mais com os passeios a pé pela baixa da cidade. Descobrimos recantos giríssimos. Há imensos parques e jardins bonitos e a ribeira é sempre um cenário ideal para o romance acontecer.


Onde comer?
Mais uma vez, gostava muito que a minha lista de sugestões fosse maior. Ou seja: tenho mesmo que voltar ao Porto. E rápido. Mas, para já, ficam aqui as minhas sugestões:

Pequeno Almoço Se começarem a manhã com um pequeno almoço reforçado no Mesa 325, tenho a certeza que o vosso dia seguirá com muito mais energia. E alegria!

Almoço  Um almoço leve, com sumo do dia ou o chá da casa. Num ambiente amoroso, bem romântico e muito acolhedor. Só podia estar a falar da Casinha Boutique, não é?

Lanche não podem sair do Porto sem provar uma fatia da Tarte Limão Menina da Mercearia das Flores! É simplesmente irresistível. A melhor mesmo. Então quando acompanhada com uma sovina Stout — perfeição.

Jantar é claro que vos encaminharia para a Taberna mais bonita, apaixonada e animada do Porto. Falo-vos, pois, da Taberna do Largo. Fica no fim (ou início?) da Rua das Flores e é um espaço acolhedor que só serve produtos nacionais e de origem biológica. Tem um vinho maravilhoso e os enchidos são assim [...] uma especialidade! É um must go, sem dúvida.


Onde dormir?
Onde eu durmo sempre que vou ao Porto: By Bolhão. E não há hospedagem mais perfeita. São lofts muito bem localizados, a um preço muito simpático, decorados com imenso gosto e requinte. Os materiais são de óptima qualidade, tem óptimos acabamentos, peças de Bordallo Pinheiro, aguarelas e quadros bonitos na parede. Tem ainda alguns miminhos como uma garrafinha de vinho do Porto (e que bem que saberá no Dia dos Namorados, não?) e os produtos da CastelBel. Não podíamos pensar em sítio mais bonito para ficar do que este. Aliás!, eu vivia aqui. Oh, se vivia...

Bravo!

Conseguiram mesmo ter paciência para ver o post todo até ao fim? Eu confesso-vos que este foi um dos artigos mais complicados de fazer. Demorei muito tempo a pensar: como iria montar o post, como o iria ilustrar, como o queria apresentar? E depois: o que vou apresentar, como o faço? Enfim, no final de contas, resta-me apenas saber que vos inspirou, de alguma forma, este sumário dos sítios bonitos que tenho visitado. E isso — o saber que vocês gostaram — é o mais importante!

8 comentários

  1. Que bom este post cheio de sugestões deliciosas :)

    ResponderEliminar
  2. Posso dizer-te que até agora é o post que mais gostei! A coisa está super bem pensada, organizada, designada, e tenho a certeza que irei entrar neste post milhares de vezes! Por aqui estás cada vez mais crescida, e isso é tão mas tão bonito de se ver! <3 até já!

    ResponderEliminar
  3. Mas que óptimas sugestões, Sara. Curiosamente algumas delas já tinha aponte na minha (grande) lista de locais a visitar ( ontem, atrevi-me a vasculhar todo o teu blog. Foi umas verdadeira roda viva, pela positiva, claro!), mas em relação aos petiscos.. Hmmmm, Fiquei com água na boca! Mal posso esperar!!

    Muito obrigada!

    http://pontofinalparagrafos.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Gostei bastante! A Oh casa parece ser tão gira!

    ResponderEliminar