Social icons

Casa da Dízima

09 agosto 2014

Um restaurante com vista para o mar e tanto para saborear. Já não é a primeira vez que lhe faço referência, mas é o primeiro artigo que lhe escrevo com toda a excelência.


Trocadilhos à parte, a Casa da Dízima é um pequeno restaurante, no início na Rua Costa Pinto, bem no centro histórico de Paço de Arcos, junto à Avenida Marginal. Em frente ao (agora restaurado e em hotel transformado) Palácio dos Arcos, está localizado com uma vista privilegiada sobre o rio e a vila piscatória. O Terraço é o ex-libris do restaurante e tem como plano de fundo a vista desafogada que nos permite deambular o olhar entre a Ponte sobre o Tejo e Cascais, enquanto saboreamos um cocktail ou um aperitivo.


Foi já no passado dia dezanove de julho que, entre um pulo no Meco para ouvir Eddie Vedder e um regresso apressado para um almoço de família, pela ocasião do aniversário do primo João, pudemos desfrutar novamente das delícias e mordomias a que já temos sido habituados na Casa da Dízima. Os aperitivos serviram-se no Terraço, entre um rosé bem fresquinho e as miniaturas salgadas, donde tenho a destacar os bombons de farinheira, a minha perdição.


O almoço prosseguiu, desta feita na sala de baixo. Uma sala linda, que manteve os traços originais da casa, com as abóbadas em tijolo, românticas ao seu jeito tosco, acolhedoras e, de certa forma, tão elegantes. Das janelas conseguimos ver os barcos dos pescadores que dançam com a maré, no rio não muito agitado.


 Uma refeição de três pratos segui-se, regando o serão ora com um fresco vinho branco, ora com um aveludado tinto. Foi-nos servido um consumê de marisco, para iniciar, seguido por um polvo no forno regado com azeite virgem em cama de vegetais e depois as bochechinhas de porco preto, em cama de grelos salteados, tudo muito bem temperado.    

Por fim, uma sobremesa bem simples mas perfeita para encerrar a refeição com chave de ouro. Uma espetada tropical regada com molho de chocolate negro. Uma delícia para o palato. 


Por hoje me despeço, um tanto ou quanto gulosa, com vontade de lá voltar, à Casa da Dízima. Uma sugestão para o vosso jantar de logo ou almoço de amanhã. Um óptimo passeio de fim de semana, nem que seja para desfrutar do terraço, no final de uma tarde de verão, com uma bebida refrescante na mão. Espero que tenham gostado.

Quanto a mim, despeço-me por hoje ansiosa pela noite que se segue: vamos à Feira Medieval de Silves, como vem sido hábito e como eu tanto gosto.


Casa da Dízima
Rua Costa Pinto 17, Lisboa
Telefone 21 446 2965
todos os dias das 12h30 às 23h30

2 comentários

  1. Fiquei com fome! Que pena ser tão longe!!
    Beijinhos
    http://melminho.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Ja tive o prazer de comer nesse restaurante, mas não é para todos os bolsos, sendo que a média de uma refeição ronda os 35 euros por pessoa, mas é cozinha de autor, e o sabor é excelente e acho que se deve lá ir pelo menos 1 vez e saborear e irmos de espirito bem aberto.

    ResponderEliminar