Social icons

Óbidos

14 julho 2014

E os Mercados Medievais. E as coroas de flores, as vestes da época, os cheiros de incensos. E os enchidos no fumeiro, as frutas biológicas e as irmandades bem frescas. Foi a primeira vez que fui a Óbidos e foi amor à primeira vista. Não é só por adorar Feiras Medievais. Óbidos é uma vila única, com uma beleza milenar [...] um autêntico livro de histórias.


Por agora, recuaremos até outras eras. Uma viagem medieval, através de uma reportagem fotográfica, despretensiosa, feita com muito amor e já com muita vontade de lá voltar.


A Vila, que eu ainda não conhecia, parecia saída de um conto de fadas, maior do que havia imaginado. Adoro estas vilas pitorescas portuguesas e quero conhecê-las todas. Óbidos cativou, sem dúvida, o meu coração. A começar por esta livraria, que é também um mercado biológico. Um espaço singular, preenchido com livros de todos os tamanhos e feitios, para todos os gostos e idades. Cheio de detalhes e pequenos pormenores, com uma decoração especial. Tão especial que tivemos que passar por lá, novamente, à saída.


Fomos os quatro, entusiasmados, para a entrada. Entre risos e gargalhadas, conhecemos um casal do Porto que era a personificação da diversão e simpatia, bem ao gosto nortenho. O dia tinha tudo para ser super. E foi. Foi mais do que isso. Pelo menos para mim (e para a J.), adorámos e ainda não parámos de falar no passeio. Já para os meninos, temo que o tempo que os fizémos esperar para tirar mil e uma fotografias os tenham aborrecido um bocadinho. Mas tenho a certeza que também adoraram tudo. Afinal, como não adorar o Mercado Medieval de Óbidos?


Entre espadas e escudos, aves de rapina e cabedal, o calor encaminhou-nos de imediato para a Irmandade da Cerveja. E que irmandade divinal! O almoço fez-se sem pressas. Com apenas um euro e meio fiquei almoçada. A sério: a sandes de porco preto assado era tão grande, que tive que dividir com ela. E fiquei bem o resto do dia. Desde que, claro!, me mantivesse hidratada (hihi)!


Um passeio pelas muralhas do castelo. A constatação do facto comprovado que aquela vila é mesmo bonita. A paisagem que a envolve é deslumbrante, com um ritmo tão próprio quanto a própria luz que a emoldurava.


Mas não o passeio não se fez só pelas muralhas altas dos castelo imponente. Não. Passeamos por entre as peles e ornamentos, por entre as malas e pendentes. Por entre os fios de prata e bolsas de cabedal. E tudo aquilo me fascinava, me fazia parar para fotografar.


De regresso ao Mercado, de caneca na mão, fomos calcorreando os cantos (e recantos) do interior do castelo. Absorvia toda a vida do mercado: a música medieval, o som da gaita de foles, os cheiros, os fumos, o cabedal, o cheiro a terra, a flores secas. Cheiro a verão. Tão bom!


A caminho do Torneio, sentimos que o tempo tinha passado depressa demais: era já quase hora de jantar. Já tínhamos andado pelo castelo, ora lá em cima, nas muralhas, ora cá em baixo, entre donzelas e (des)donzelas, leprosos simpáticos e cavaleiros atraentes.


Estava na hora de ir embora. Tinha que estar, pela hora do jantar, no Alive em Oeiras e já nos tínhamos estendido um pouco neste passeio medieval (mesmo que, na hora da nossa partida de Lisboa, ainda não sabíamos deste meu compromisso). Contudo, não poderia ir embora ainda. Não sem antes registar o trabalho fantástico de um verdadeiro artesão que é a prova viva que não precisa de saber quem é o Gaudí para criar e produzir peças lindíssimas!


Ah!, e também não poderia partir sem a minha poção: sangue de boi. A caveirinha veio comigo. Tenho esperança que dê para servir de vaso para um mini (?) cacto. Entretanto, como anteriormente havia referido, tive que voltar à livraria. Fiquei apaixonada. Por tudo. E por nada. Porque ali, tudo é bonito.


São detalhes de uma viagem inesperada, já há muito ansiada, com a melhor companhia de sempre. Espero que tenham gostado desta (extensa) partilha e que estes pormenores vos animem a semana que entra. Uma semana inspirada para vocês e não se esqueçam: o Mercado Medieval de Óbidos estará a funcionar até dia três de Agosto. Vejam em mais detalhe, toda a informação, aqui.

19 comentários

  1. As fotos estão o máximo, como sempre :)!!

    Sem Jeito Nenhum Blog

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro Óbidos, especialmente por esta altura!
    E as tuas fotografias deram-me cá umas saudades de lá ir <3 <3
    xo

    http://ruteritamaia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Como já te tinha dito, já fui a Óbidos algumas vezes e não podias dizer melhor, quando preferes que Óbidos é uma aldeia que provem de um conto de fadas. Posso lá ir mil e uma vezes, e essa mil e uma vezes fico sempre encantada. Há sempre um novo "segredo" para desvendar e para fotografar, até. :)
    Nota-se perfeitamente o quanto ficaste apaixonada por esta vila. :)

    Andreia,
    http://pontofinalparagrafos.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Adoro Óbidos, é realmente uma vila lindíssima!

    Indigo Lights \ Participa no Giveaway

    ResponderEliminar
  5. Os teus diários fotográficos estão cada vez melhores, e pelos teus olhos, vejo-me e revejo-me nos espaços, nas palavras. Isso é um dom Sara! O ambiente de Óbidos é sempre inspirador, mas tens que conhecer a Feira Medieval de Santa Maria da Feira, que pelos espectáculos, penso que ias gostar bastante :) <3

    ResponderEliminar
  6. Andei por lá ainda ontem, aliás acho que não há ano em que eu não vá a Óbidos, já que tenho casa de férias mesmo ali ao pé, adoro o regressar ao passado que aquela vila me provoca sempre, e já viciei o meu miudo nisto e tudo, adora passear pela vila, descobrir as ruelas escondidas, os recantos todos... mas confesso que prefiro lá passear quando não há mercado medieval, é mais sossegado, mais arejado, anda-se mais á vontade, principalmente com uma criança que só quer é correr uns dez passos á minha frente!!!
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Sarinha, que fotos tão maravilhosas (como sempre) :) nunca me canso de ver o teu talento crescer, crescer, crescer :) *

    ResponderEliminar
  8. Já não vou a Óbidos aos anos e com estes lindos registos fiquei com saudades!

    ResponderEliminar
  9. eu costumo ir à de santa maria da feira em agosto, é simplesmente espetacular o ambiente lá :)
    http://free-zing-time.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. As fotos estão lindas. Eu adorei Obidos, tenho pena de na altura que la fui não haver feira mediaval.

    Isa M., Tic Tac Living

    ResponderEliminar
  11. Adorei as fotografias, LINDAS!!!

    Lovemagentablog

    ResponderEliminar
  12. Porque é que me renderei sempre às fotos desta menina?! :)
    NPV

    ResponderEliminar
  13. É com muita tristeza e alguma vergonha que digo que ainda não conheço Óbidos. Que grande falha. As fotografias pitorescas e o sorriso na cara das pessoas que me falam desse sítio são tão convidativos a ir conhecer e, por várias vezes, deixem passar a oportunidade. Quando for a Portugal, tenho que visitar e 'revisitar' o que de mais bonito ele tem. E ... oh como tenho saudades!

    Registo fotográfico do melhor. ;)

    ResponderEliminar
  14. As tuas fotos, e o relato apaixonado, fizeram-me encher de saudades de Óbidos. Decididamente tenho que lá voltar e depressa. Afinal, quem não gosta da sensação de viajar no tempo?
    Beijo querida.
    www.letirose.com

    ResponderEliminar
  15. Que sitio lindo, pasiagens maravilhosas. Tenho mesmo que la ir. :) quer dizer eu ja la estive mas era tao pequenina que nem me lembro.
    as fotos estao lindas como sempre. :)
    beijinho de Toronto
    http://claudiapersi.blogspot.ca/

    ResponderEliminar
  16. já estive em óbidos e é realmente uma vila fantástica, somos completamente remetidas para outro século, para a época medieval. tu com uma coroa de flores ficas tão fofinha!

    xoxo,
    andy

    ResponderEliminar
  17. Óbidos é sem dúvida um dos locais mágicos de Portugal, adoro lá ir, e assim com uma festa temática como esta que combina na perfeição com o local, melhor ainda :)

    ResponderEliminar
  18. Tenho mesmo que visitar Óbidos! Que partilha tão boa :))

    Sweet Love,
    sweetcamomile.blogspot.pt

    ResponderEliminar