Social icons

Rota das Tapas

08 junho 2014

Petiscos, Amigos & Estrella Damm. É o cenário perfeito para um final de tarde de fim de semana. Juntámo-nos os quatro e preparámo-nos para mais uma edição da Rota das Tapas. 

A experiência do ano passado, por aqui já partilhada, foi óptima e este ano não poderíamos deixar passar a iniciativa. Afinal de contas, quando se juntam os amigos num final de tarde de verão, dêem-lhe um ou dois petiscos, reguem-nos com cerveja e é garantida a diversão. Sim. A tarde de ontem foi bem divertida, super bem passada, com muitas conversas, outras quantas gargalhadas e muitas delícias por essa Lisboa espalhadas.


O conceito da Rota das Tapas é precisamente a criação de um percurso pensado nos amigos dos petiscos, para que possam saborear algumas das melhores tapas da cidade, sempre acompanhados com uma Estrella Damm, tudo isto por três euros. Além do mais, ainda está em sorteio uma viagem a Barcelona. Mas para isso, vejam tudo aqui.


Depois de o carro estacionar, tínhamos já traçado uma rota prévia, para começar. Prego da Peixaria, em primeiro lugar.

Sendo já um dos nossos espaços predilectos desta Lisboa Gastronómica, o Prego da Peixaria, tínhamos que experimentar o mini burguer de camarão, temperado com alhinho em pão de hamburguer. Uma delícia. Ligeiramente picante, muito saboroso e quem diria!, que o camarão ficava tão bem em jeito de hamburguer?


Entre comentários e troca de ideias, ainda de cerveja na mão, atravessámos a rua e fomos experimentar os croquetes de alheira com molho aliolli, do El Tomate. O espaço estava muito engraçado (ainda não o conhecia), mas já começava a ter muita afluência, mesmo às seis e meia da tarde. Percebe-se porquê: os croquetes eram francamente deliciosos!


A nossa rota continuou, já com destino traçado. Iríamos experimentar a Morcela de Burgos, nno Tapas 52, já ali ao lado.

Descemos mais um pouco, passava agora das seis e meia. Chegámos ao Tapas 52 e já se começava a fazer sentir o movimento geral de fim de semana. Já havia quem estivesse cá fora, de pé, à espera. E foi assim que também ficámos. Mas apenas por breves instantes. No fundo, estávamos em modo de passeio e tudo isto faz parte da experiência. Fomos rapidamente atendidos, com o pagamento pronto na hora. Comemos lá fora, e é assim que é suposto; muito ao jeito do bairro alto. Aqui provámos um tapa em base de pão, com morcela de burgos e doce de laranja. Muito bom! 


E continuámos a descer, sempre numa conversa animada, faltava-nos provar uma tapa, que não podíamos perder por nada!

Entrámos no bairro e descemos até à Rua dos Mouros. Ali, no nº 19, estava a melhor tapa de todas, no Tapa Bucho. O mini burguer em bolo do caco, feito com delicioso e tenro rabo de boi, condimentado com cogumelos salteados, bacon e queijo da ilha gratinado. Uma fusão dos deuses, meus senhores! Dos deuses.


Para finalizar, haverá melhor sugestão do que uma fatia do Melhor Bolo de Chocolate do Mundo provar?

Não, não! À semelhança daquilo que aconteceu o ano passado, também desta vez resolvemos concluir o nosso passeio gastronómico com um cafézinho na esplanada do quiosque d'O Melhor Bolo de Chocolate do Mundo, na Avenida da Liberdade. O final perfeito de uma rota que foi cheia de coisas boas, cheia de delícias e cheia de animação.


Para a vossa tarde de Domingo fica então, os petiscos da Rota das Tapas, em jeito de sugestão! 

Vão cedinho, entre as seis e seis e meia da tarde. E vejam o mapa geral da Rota, que não se cinge só a esta parte da cidade. Há ainda muitas delícias para explorar para os lados da Sé e Alfama. Para nós, essas ficarão para a próxima edição! Tenham um bom domingo!

8 comentários

  1. só coisas deliciosas,:p

    http://letrad.blogspot.pt/ - Another Lovely Blog!

    ResponderEliminar
  2. Tudo muito apetitoso e as fotos estão lindas :)

    ResponderEliminar
  3. Nossa ja fiquei cheia só de olhar!! adorei o post muito bom, gastronomia com cultura não podia ser melhor!

    ResponderEliminar
  4. Ah gostava de fazer uma rota dessas, há tantos locais espectaculares por Lisboa para experimentar, ando curiosissima para experimentar o Prego da Peixaria =)
    Rita

    ResponderEliminar
  5. foi do que falamos? Parece-me uma óptima sugestão!
    Mais uma vez, fotos com detalhes excelentes!
    E esse bolo, pra semana temos que ir come-lo!

    www.diaryofffashion.blogspot.pt
    #S <3

    ResponderEliminar
  6. É sempre bom regressar a este teu cantinho para ler posts como os teus, Sara! Ainda mais porque estou actualmente a trabalhar num documentário e numa exposição sobre Lisboa e estes artigos são inspiradores! Aquela imagem que tens de uma fachada é precisamente o logo da exposição. É tão característico de Lisboa! :)
    Foste muito descritiva acerca da tua experiência pela Rota das Tapas e trazes-nos, para não variar, fotografias com qualidade e bem bonitas!

    Um beijinho,
    Sofia

    http://framesandhighheels.blogspot.pt/


    ResponderEliminar
  7. Quando se faz a junção entre bons amigos e uma boa comidinha, fica mesmo um bom ambiente. E que ambiente que aqui tu nos proporcionaste. Fiquei com uma enorme vontade de ir já tapear, seja em Lisboa ou em qualquer outro lugar (até rimei e tudo!) :)

    Andreia
    http://pontofinalparagrafos.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Isso é que foi tapear Sara! E todos os locais que visitaste deixaram cá um bichinho de os experimentar, mesmo que não seja para tapear :) beijinhos

    ResponderEliminar