Social icons

beauty essentials

03 novembro 2012


Hoje o dia está de chuva. Faz falta aquela luz solarenga de manhã, que nos aconchega nos primeiros frios de outono. Mas hoje está cinzento lá fora. Por isso, resolvi ir buscar cor. Cá dentro. Deixo-vos aqui com alguns essenciais, que me têm acompanhado no dia-a-dia.


Fiz uma pequena selecção dos produtos que considero fundamentais para esta nova estação.


Para o cabelo, utilizo pelo menos duas vezes por semana este sérum da Dr. Organic, que comprei no mês passado no Celeiro. Entrei na loja precisamente na eminência de sair de lá com a solução maravilhosa para o meu cabelo seco e estragado. Fui aconselhada, trouxe este produto à experiência e estou encantada. Embora o aroma seja um pouco invulgar - confesso que ainda não percebi se gosto, ou não - o que é certo é que torna o meu cabelo efectivamente mais suave e sedoso ao toque, com um brilho natural muito bonito. Bastam duas ou três gotas, depois do banho no cabelo húmido, duas vezes por semana. O preço ronda os 18€ se não estou em erro e compensa bastante, na relação qualidade-durabilidade-preço. Podem ver a linha completa do Dr. Organic aqui


O meu cabelo tem vindo a mudar. É uma constante revolução, que me deixa baralhada de tempos a tempos. Comecei por ter o cabelo lisinho e até aos 8 anos usei franja. Depois, como que por magia, ganhei volume - demasiado volume - e caracóis. Embirrei o tempo todo com a mudança e agora, neste último ano, está a perder o tão mal-fadado volume os rebeldes caracóis. Dou por mim a colocar rolos de noite para os reaver. Nada feito. Está em fase de mudança outra vez. Então comecei a usar este fantástico acessório, um pente-escova, que o uso no cabelo molhado ou seco, e só com uma passagem nota-se uma diferença enorme ao toque. Fica super macio e aveludado. Tangle teezer é como se chama. Rendi-me. E de escova em punho afirmo: Cabelo, muda a vontade. Estarei sempre preparada para ti!



Também no Celeiro, na mesma tarde, adquiri este esfoliante natural para o rosto. É uma base de argila verde. Como a própria descrição do produto nos diz:

A argila verde da Cattier é uma argila naturalmente rica em sais minerais e oligoelementos. Tem uma acção purificante, absorvente e regeneradora da pele, limpando os poros em profundidade. É particularmente adequada para peles mistas e oleosas.

O preço é de cerca de 5€, muito acessível uma vez que uma embalagem deste produto ainda dura bastante tempo. É indicado que se faça uma máscara uma vez por semana.Para terminar, e como não podia deixar de ser, venho apresentar-vos dois produtos de mercado corrente, com os quais estou muito satisfeita. Sempre utilizara a linha de 3 passos de limpeza da Nivea, e não foi por desagrado que mudei. Apenas apeteceu-me experimentar. Então arrisquei nestes dois produtos essenciais, usados diariamente, sobretudo à noite, mas também de manhã. São dois cremes de limpeza, um para o rosto, e um específico e delicado para remoção de maquilhagem de olhos. São fantásticos, encontram-se facilmente nas grandes superfícies e a minha pele agradece! 

Para terminar, e como o bronze do verão já se desvanece a largos passos, como que a dar as boas vindas ao inverno, recomecei a usar algumas bases que nos camuflam as imperfeições. Por agora, uso um corrector de olheiras (fan-tás-ti-co), total cobertura, e uma pó cintilante, um tom acima do meu tom natural de pele, para iluminar os meus melhores ângulos, ambos da Kiko.


Por fim, e como as unhas são sempre a parte mais afectada pelas cores do verão - já que não uso maquilhagem de rosto, pois a pele fica naturalmente bonita- pinto as unhas muitas (muitas!) vezes. Ou seja, chegam ao Outono fracas e quebradiças. E é uma chatice de as voltar a ter enormes.


Por isso, nesta primeira abordagem, utilizo apenas a base de verniz, ultra strong, da Maybelline e complemento a manicure com um óleo essencial para as cutículas secas, o que vai evitar peles e feridas pequenas, com estes primeiros frios.

Et voilá, aqui ficam a minha partilha de little tiny beauty essentials. Há alguns que queiram partilhar?

1 comentário